MENU

Agentes descobrem túnel de 5 metros e frustram fuga em cadeia de MT

Agentes descobrem túnel de 5 metros e frustram fuga em cadeia de MT

Atualizado: Quarta-feira, 28 Setembro de 2011 as 2:45

Um plano de fuga de detentos da cadeia de Cáceres, a 200 quilômetros de Cuiabá, foi descoberto nesta terça-feira (27) por agentes daquela unidade prisional. Após denúncias anômimas, eles localizaram um túnel que estava sendo cavado na área do banho de sol do bloco quatro, onde estão reeducandos já condenados pela Justiça por crimes como homicídio, tráfico de drogas, além de presos provisórios, que estão à espera de julgamento.

Para cavar o túnel, os presos usaram pedaços de ferro retirados da estrutura da própria cadeia. Conforme o diretor da unidade, Rodrigo Sebalhos, estima-se que em dois dias o buraco já ligaria a área interna do bloco com a parte externa da unidade.   "Detectamos este buraco de aproximadamente cinco metros. Eles fecharam com uma lona e colocaram a terra em um canto, embaixo de um banco", declarou o diretor, em entrevista ao G1 . A espessura entre o concreto e a terra é de aproximadamente trinta centímetros, conforme explicou Sebalhos.

Quarenta presos estão hoje no bloco quatro e poderiam fugir caso o plano não fosse descoberto. De acordo com o diretor, a escavação poderia ser facilitada em virtude da arenosidade do terreno. "Embora estivessem no começo, o chão daqui é arenoso e quando chove eles conseguem [cavar com facilidade]", salientou Rodrigo Sebalhos, ao G1 .

Os responsáveis pelo plano ainda não foram identificados. O diretor explica que a dificuldade na confirmação de eventuais suspeitos está no fato de que os presos se negarem a prestar informações. "Eles não falam muita coisa. Alegam que é direito deles fugir. Assim, é difícil detectar quem foi o mentor", reforçou o diretor.

Atualmente, 331 reeducandos estão presos na Cadeia de Cáceres. Este ano, uma fuga no estabelecimento já foi registrada.

Mato Grosso

No mês de agosto, um túnel começava a ser cavado dentro de uma quitinete no bairro Jardim Industriário. Quando concluído, daria acesso à área interna da Penitenciária Central do Estado (antigo presídio Pascoal Ramos). A Agência Central de Inteligência da Polícia Militar de Mato Grosso (Daci) flagrou o plano de libertar presos após receber denúncias anônimas, mas ninguém foi preso.

O túnel foi descoberto em uma quitinete distante cerca de 30 metros do muro da penitenciária. No raio onde poderia se conectar no presídio estão presos considerados de alta periculosidade.          

veja também