MENU

Alagamento prejudica moradores há 14 anos em Messejana, no Ceará

Alagamento prejudica moradores há 14 anos em Messejana, no Ceará

Atualizado: Quarta-feira, 29 Junho de 2011 as 3:35

Há 14 anos os moradores das proximidades das ruas Frederico Severo e Frei Cirilo, no Bairro Messejana, em Fortaleza, reclamam de um esgoto a céu aberto que se formou no local e só piorou após obras realizadas pela prefeitura em um terreno. Na última terça-feira (28), a TV Verdes Mares esteve no local e constatou que basta alguns minutos de chuva para ficar evidente a queixa dos moradores.

Segundo informações dos próprios moradores o terreno onde está o problema pertence a prefeitura de Fortaleza. Eles contam que, no local, havia uma pequena lagoa que foi aterrada e teve seu entorno murado. Obras que só aumentaram as inundações e transtornos.

Uma das famílias mais prejudicadas mora no Sítio Diogo Alcântara. Um local com mais de 35 mil metros quadrados, 370 árvores frutíferas, fora as mais de 200 que morreram contaminadas pelo esgoto que se formou a céu aberto após o aterramento da lagoa. As frutas eram consumidas e até vendidas pela família.

Causas

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Executiva Regional VI (SER VI), responsável pela área, o caso está na justiça. Um dos problemas que causam os alagamentos segundo o Distrito de Meio Ambiente da SERVI é a estação de tratamento de esgoto de um condomínio. De acordo com Gil Pinheiro, chefe do distrito, a estação está subdimensionada e, aparentemente, não está sendo feita a manutenção adequada.

A Semam já autuou o condomínio por lançamento de afluentes indevidamente e, enviou relato ao Ministério Público. A Secretaria de Infraestrutura conclui um projeto para solucionar o problema da galeria pluvial que está danificada. Para executar a obra, a SER VI aguarda recursos necessários e esclarece que, com relação ao buraco, que existe há 10 anos, não adianta tapá-lo já que a água do esgoto é permanente e se fechado, voltaria a abrir novamente.        

veja também