MENU

Alckmin anuncia reformulação em delegacia que investiga roubo de joias

Alckmin anuncia reformulação em delegacia que investiga roubo de joias

Atualizado: Terça-feira, 8 Fevereiro de 2011 as 3:48

O governador Geraldo Alckmin afirmou na manhã desta terça-feira (8), ao comentar o assalto ao Morumbi Shopping, na Zona Sul de São Paulo, ocorrido na tarde de segunda-feira (7), que o trabalho da 2ª delegacia do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic), que é especializada na repressão ao roubo a joalherias, está sendo “remodelado” e que o foco das investigações deve ser os receptadores.

“Está havendo uma reformulação do trabalho da delegacia, inclusive com novas equipes de trabalho, e todo o enfoque vai ser na receptação [de produtos roubados]. Nesse tipo de crime, a maneira mais fácil de prender os criminosos é através dos receptadores”, disse Alckmin após vistoriar as obras do Parque e Biblioteca do Belém, na Zona Leste da capital.     O governador disse já ter conversado com secretário estadual de Transportes e Logística, Saulo de Castro Abreu Filho, que foi feito refém junto com a esposa e a filha durante um assalto na sua residência, localizada em Pinheiros, na Zona Oeste, na noite de segunda-feira. Ele passa bem, segundo Alckmin.

Quando perguntado se a invasão da casa do antigo secretário de Segurança Pública o surpreendeu, o governador afirmou: “Seja quem for, todos merecem ser protegidos e a polícia vai trabalhar firmemente, aliás como tem trabalhado. Acho que a gente deve estimular a polícia no seu trabalho, reconhecer os avanços na área da segurança e exigir mais”, declarou.

O governador lembrou, durante entrevista coletiva, que as estatísticas apontam uma queda no número de crimes contra a vida, como homicídio e latrocínio. “Agora vamos combater duramente os crimes contra o patrimônio”, afirmou.

De acordo com o governador, o estado deve fortalecer a Polícia Civil no seu papel de “polícia investigativa e judiciária”. O objetivo é melhorar o atendimento nos distritos policiais e passar de 20% para 40% os boletins de ocorrência registrados pela internet.

Alckmin afirmou que o estado terá também um reforço no efetivo da Polícia Militar. “Vamos ter até maio mais de dois mil PMs na rua, inclusive fortalecendo o policiamento com moto, que tem mais mobilidade para enfrentar o crime”, declarou.    

veja também