MENU

Alckmin diz que Serra garante fortalecimento da democracia

Alckmin diz que Serra garante fortalecimento da democracia

Atualizado: Sexta-feira, 29 Outubro de 2010 as 2:38

O governador recém-eleito do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), sugeriu, após caminhada realizada na manhã desta sexta-feira (29) em Barueri, que a candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, pratica a política do personalismo. Durante o discurso que fez aos militantes, Alckmin disse que a vitória de José Serra (PSDB) na eleição do próximo domingo (31) garantiria o fortalecimento da democracia brasileira.

Questionado se a vitória de Dilma traria prejuízos para a democracia, Alckmin respondeu: "o Serra representa o fortalecimento das instituições, não a política do personalismo. Isso é bom para o Brasil e bom para a democracia".

A dois dias das eleições, Geraldo acredita que ainda é possível que Serra vire o jogo a seu favor e seja eleito presidente do Brasil, apesar das últimas pesquisas de intenção de voto que mostra uma vantagem favorável a Dilma que varia entre 12 e 14 pontos nos votos válidos. "A diferença não é tão grande, se considerada a margem de erro. Há ainda um grande número de indecisos. Mesmo quem disse que vota em um pode votar no outro. O que você tem é intenção de voto. Voto mesmo é no domingo". De acordo com as pesquisas, os indecisos representam cerca de 5% do eleitorado, número insuficiente para eleger José Serra.

Sobre a declaração do papa Bento XVI, que orientou, nesta quinta-feira (28), bispos do Nordeste brasileiro a emitir a seus fiéis um julgamento moral mesmo em assuntos políticos, Alckmin considerou uma atitude normal. "Acho natural que o papa exponha o pensamento da Igreja que todo mundo sabe qual é". Bento XVI se referiu pontualmente à discussão sobre a legalização do aborto que ganhou força nesta eleição.

Enquanto Alckmin passeava pelo calçadão no Centro de Barueri, uma perua Kombi com militantes e bandeiras do PT passou pelo local. O confronto ficou restrito aos alto-falantes que promoveram um duelo de jingles, sem nenhum incidente

Por: Felippo Cecilio

veja também