MENU

Alckmin substitui coordenador suspeito de vender dados sigilosos

Alckmin substitui coordenador suspeito de vender dados sigilosos

Atualizado: Terça-feira, 1 Março de 2011 as 4:23

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou nesta terça-feira (1º) a substituição do coordenador da Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP), Túlio Kahn, após denúncia feita pelo jornal "Folha de S.Paulo". Em reportagem publicada nesta terça (1º), o jornal afirma que Kahn prestava serviço de consultoria por meio de uma empresa na qual é sócio e disponibilizava dados que o governo considera sigilosos.

Durante entrevista, Alckmin afirmou que “essa atividade empresarial dele é incompatível com o cargo que ocupa". "Então, será substituído hoje [terça-feira] das suas funções.” Segundo o governador, o novo nome será escolhido pelo secretário da Segurança Pública de São Paulo (SSP), Antônio Ferreira Pinto.

A CAP concentra todas as informações estatísticas sobre violência no estado. Segundo o jornal, entre os dados sigilosos, Kahn forneceu informações como furtos a transeuntes na região metropolitana de Campinas, a 93 km de São Paulo, e os bens que são levados com mais frequência nos roubos a condomínios na capital paulista.

Ao jornal, Kahn afirmou que "nunca violou dados da Secretaria da Segurança". O G1 tentou entrar em contato com Túlio Kahn, mas não conseguiu localizá-lo. Procurado por e-mail e por telefone, ele ainda não respondeu ao pedido de entrevista.    

veja também