MENU

Alckmin vai colocar à venda avião usado por Serra no governo de SP

Alckmin vai colocar à venda avião usado por Serra no governo de SP

Atualizado: Terça-feira, 28 Dezembro de 2010 as 9:27

Em mais uma demonstração de discordância com o modelo do antecessor José Serra (PSDB), o governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin, vai colocar à venda o avião do Estado.

O jato chegou a ser vendido em 2006, último ano do governo Alckmin, no processo de privatização da Cteep (Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista).

Serra, assim que eleito, determinou a anulação da venda da aeronave.

Depois de duas tentativas de venda em leilão, o jato foi incorporado ao patrimônio da Cteep, privatizada em junho de 2006.

Eleito naquele ano, Serra pediu que o avião fosse devolvido ao Estado, oferecendo em troca uma linha de transmissão que interessava à compradora da Cteep.

Agora, Alckmin retomou o plano de venda, por considerar "mais econômico" alugar um jato quando necessário.

SECRETARIADO

Outra polêmica que cerca o novo governo é a possibilidade de Alckmin não fechar o secretariado até a posse, no dia 1º. Pelo menos oito pastas ainda estão em aberto.

O tucano já havia sinalizado nesse sentido e a dificuldade em negociar com siglas aliadas reforçou a hipótese. Em conversa informal no início do mês, Alckmin citou o primeiro governo do presidente Lula. "Ele só fechou os ministérios em abril", disse.

No último fim de semana, Alckmin acertou a participação de dois partidos. O PTB manterá o controle da Secretaria de Esportes, e há chances de José Benedito Pereira permanecer na pasta.

Já o PSB apresentou o deputado federal Márcio França para a Secretaria de Turismo, que será separada de Esporte no próximo governo.

Os principais problemas estão no PV, no PMDB e no próprio PSDB. O PV reivindicou Meio Ambiente, mas o deputado estadual Bruno Covas (PSDB) manifestou interesse pela pasta e tem chances de ficar com ela.

Os verdes passaram a reivindicar Energia e Saneamento, com chances de ser desmembrada. Mauro Arce é cotado para Energia. Já Saneamento é pleiteada pelo PV e pelo atual governador, Alberto Goldman (PSDB).

O PMDB deve ficar com Agricultura, mas indica deputados estaduais que, para a equipe de transição, não têm perfil para o cargo.

veja também