MENU

Alencar não tem sangramento desde ontem

Alencar não tem sangramento desde ontem

Atualizado: Sábado, 25 Dezembro de 2010 as 5:13

O vice-presidente da República, José Alencar, não apresenta mais sangramento no abdome desde esta sexta-feira (24), informou neste sábado o médico Roberto Kalil Filho, um dos responsáveis por seu tratamento. Internado desde quarta-feira (22) no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, Alencar luta contra as complicações do câncer na região de abdome.

Segundo Kalil Filho, o vice-presidente está consciente, bem-disposto e continua fazendo hemodiálises e transfusões de sangue.

Em boletim médico divulgado no início da tarde deste sábado, o hospital informa que o quadro clínico de Alencar é de melhora, e que o sangramento intestinal cessou há 20 horas.

Alencar ficará internado na UTI e, de acordo com o Kalil Filho, ainda não há como saber se ele poderá estar na posse de Dilma Rousseff.  “O desejo dele é realmente ir à posse. Ele fala a todo minuto isso”, disse. “Se ele estiver estável, vai à posse por algumas horas e volta. Hoje ele não teria essa condição”, afirmou, complementando que o uso de um avião UTI está descartado. O médico voltou a comentar que a hemorragia foi controlada, mas pode voltar.

O filho de José Alencar, Josué Gomes, disse nesta manhã que o vice-presidente passou a noite bem, ao lado da família. Segundo a equipe médica, o vice-presidente conversou com Lula ao telefone às 23h.

Panetone

Na última sexta-feira (24), os médicos haviam informado que o sangramento intestinal que o vice-presidente havia voltado a apresentar parecia estar controlado. Bem-disposto, Alencar conversou durante a tarde e pediu para comer uma fatia de panetone, no que foi atendido, segundo os médicos.

Lula e Dilma visitaram Alencar no hospital e

conversaram por cerca de 40 minutos

(Foto: Ricardo Stuckert/Presidência) O vice-presidente havia apresentado nova hemorragia, de acordo com boletim médico divulgado por volta das 13h20 da sexta-feira.

No começo da tarde de sexta, os médicos avaliavam a possibilidade de realizar um procedimento chamado arteriografia caso o volume diagnosticado fosse considerado alto. O exame, que é uma espécie de cateterismo, busca identificar o ponto exato do sangramento.A equipe médica descartou a realização de uma nova cirurgia para conter a hemorragia. "Não é uma opção. Não é possível fazer", afirmou o médico Paulo Hoff.

A perda de sangue havia sido controlada com o uso de medicamentos após a internação. Os médicos chegaram a tentar uma cirurgia, mas o procedimento não conseguiu alcançar o ponto afetado.

No fim da manhã de sexta, o médico Raul Cutait havia informado que o quadro clínico do vice-presidente estava estável. "No geral, ele está razoavelmente bem", comentou Cutait aos jornalistas na porta do hospital.

Visita

Na quinta-feira (23), Alencar recebeu a visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente eleita Dilma Rousseff. "Espero estar lá (na posse), e que os médicos me liberem para tomar um golinho", teria dito Alencar para Lula e Dilma, de acordo com a assessoria.

O prefeito de São Paulo Gilberto Kassab visitou o vice-presidente José Alencar no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na tarde desta sexta. "Eu o encontrei muito bem disposto, conversando. Não queria deixar a gente sair do quarto da UTI onde está internado", disse Kassab. "Saio muito feliz. Levei um abraço de Feliz Natal da cidade de São Paulo para ele, uma figura querida em todo o Brasil e também em São Paulo".

O prefeito estava acompanhado do vice-governador Guilherme Afif Domingos. Ele comentou o desejo de Alencar de descer a rampa do Palácio do Planalto no dia da posse da presidente eleita Dilma Rousseff, e de seu vice, Michel Temer.. "Acho que o Brasil inteiro torce por isso, que ele esteja em condições de realizar um sonho", comentou Afif.

Cirurgia

Alencar foi internado por causa de uma hemorragia intensa e, por causa disto, chegou a perder dois litros de sangue. O sangramento foi controlado com medicamentos no início da madrugada de quinta.

Assim que chegou ao hospital, o vice-presidente foi levado à sala de cirurgia. A operação foi iniciada, mas os médicos não conseguiram estancar a hemorragia. Por este motivo, ele foi encaminhado a UTI para receber antibióticos, plasma, plaquetas e transfusão de sangue.

saiba mais Lula, Dilma e catadores de materiais recicláveis rezam juntos por Alencar José Alencar passa por cirurgia no Sírio-Libanês, em São Paulo Luta contra o câncer

Alencar luta contra um câncer na região do abdômen e já passou por mais de 15 cirurgias. Em julho de 2009, foi submetido a uma operação motivada por uma obstrução intestinal causada por tumores abdominais.

Em setembro deste ano, o vice-presidente foi internado no mesmo hospital em razão de um edema agudo de pulmão. Em julho, por causa de uma crise de hipertensão, ficou hospitalizado e passou por um cateterismo. Em novembro, durante outro período de internação, sofreu um infarto.   André Luís Nery Do G1, em São Paulo

veja também