MENU

Alexandre Nardoni diz que lutou pelo nascimento de Isabella

Alexandre Nardoni diz que lutou pelo nascimento de Isabella

Atualizado: Quinta-feira, 25 Março de 2010 as 12

Durante o interrogatório realizado nesta quinta-feira (25), no Fórum de Santana (Zona Norte), Alexandre Nardoni disse que lutou muito para que Isabella nascesse. Segundo ele, a avó materna não queria que Ana Carolina Oliveira tivesse a criança. "Eu lutei por ela desde o começo."

O acusado voltou a contar a versão que apresenta desde o início, a de que deixou Isabella dormindo e foi à garagem buscar os outros filhos. Quando retornou ao apartamento, com o filho Pietro no colo, ajoelhou-se sobre a cama, colocou a cabeça para fora da tela cortada e viu a filha caída no jardim do prédio.

Ele disse que foi tudo normal até a chegada da família ao Edifício London e que os filhos dormiam no carro. Nardoni também negou uma eventual discussão entre ele e Anna Carolina Jatobá no interior do veículo.

O réu chorou muito ao descrever o momento em que a médica do hospital deu a notícia de que a menina havia morrido. "Foi o pior dia da minha vida, eu perdi tudo de mais valioso que eu tinha. Perdi o chão. Não sabia o que estava acontecendo", afirmou em plenário.

Durante todo o interrogatório, ele repetiu algumas frases, como "eu perdi o chão" e "ela era minha princesinha".

O réu também reclamou muito da ação da polícia durante a investigação do crime. Ele afirma que foi insultado seguidas vezes na delegacia. Alexandre também disse que, durante o interrogatório realizado em 18 de abril de 2008, o delegado responsável chegou a propor que ele assumisse o homicídio culposo (sem intenção de matar) e tirasse Jatobá do caso. Ele disse ter ficado indignado, porque queria descobrir o que aconteceu e percebeu que "a polícia não queria".

veja também