MENU

ALMG aprova em 1º turno extinção da pensão para ex-governadores

ALMG aprova em 1º turno extinção da pensão para ex-governadores

Atualizado: Quinta-feira, 16 Junho de 2011 as 4:26

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais aprovou em primeiro turno, nesta quarta-feira (16), a extinção da pensão vitalícia concedida a ex-governadores do estado e seus dependentes. De acordo com a assessoria da assembleia, a proposta ainda terá que ser votada em segundo turno e ser sancionada pelo governador para passar a valer.

Ainda segundo a assessoria, pelo projeto aprovado, será mantida a pensão para ex-governadores e parentes já beneficiados. A assessoria informou que o projeto vai para a Comissão de Fiscalização Financeira que pode acrescentar emendas ou substitutivas e volta para os deputados votarem em segundo turno.

O Projeto de Lei foi proposto em fevereiro deste ano pelo governador de Minas Gerais, Antonio Anastásia.

Em janeiro, a assessoria do governador já havia informado que é gasto por mês R$ 47.250 com o pagamento de aposentadoria e pensão a quatro ex-governadores e uma dependente. Recebem integralmente – isto é o valor de R$ 10.500 – Rodon Pacheco, Francelino Pereira, Hélio Garcia e Eduardo Azeredo. Coracy Pinheiro, viúva do ex-governador Israel Pinheiro, ganha pensão equivalente a 50% do salário bruto. Ainda de acordo com a assessoria do governo, Aécio Neves, Itamar Franco e Newton Cardoso não requereram o benefício.

veja também