MENU

Aluno da FGV recebe alta da UTI em hospital de SP, diz família

Aluno da FGV recebe alta da UTI em hospital de SP, diz família

Atualizado: Quarta-feira, 2 Março de 2011 as 1:43

A família do estudante da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Christopher Akiocha Tominaga, de 23 anos, baleado em um bar no dia 23 de fevereiro, confirmou que ele recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas, na Zona Oeste de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (2).

Segundo Jonathan Tominaga, irmão de Christopher, o estudante foi transferido para um quarto do hospital. Até as 12h40, a assessoria de imprensa do Hospital das Clínicas não havia confirmado a informação. Christopher foi baleado ao lado do amigo e também estudante Júlio César Grimm Bakri, de 22 anos, que morreu na hora. Na segunda, a polícia informou que prendeu um dos suspeitos de cometer o crime. O outro, que é irmão dele, está foragido. O motivo do ataque seria uma crise de ciúmes porque, de acordo com os policiais, a namorada de um dos suspeitos teria sido paquerada pelos estudantes da FGV.

Investigação

Policiais do 4º Distrito Policial, na Consolação, informaram nesta segunda-feira (28) que o homem que havia sido detido na semana passada por suspeita de envolvimento no crime foi liberado no domingo (27) da carceragem do 77º DP, em Santa Cecília, por falta de provas.

A soltura ocorreu momentos após a prisão de outro suspeito. Segundo funcionários do distrito, ele confessou ter participado do atentado aos dois alunos, inocentando o primeiro suspeito.

Ainda de acordo com os policiais, as vítimas teriam paquerado a namorada do suspeito foragido. Irritado, ele teria saído com ela do bar, que fica na Avenida Nove de Julho, e ido buscar o irmão, dizendo querer se vingar.

Os dois foram até o bar de moto. Imagens da ação criminosa foram gravadas pelo circuito de câmeras de segurança de um prédio. Ambos estão com capacetes, entram no bar e atiram na direção dos jovens.    

veja também