Alunos que cometerem bullying devem ser penalizados em Cuiabá

Alunos que cometerem bullying devem ser penalizados em Cuiabá

Atualizado: Sexta-feira, 26 Agosto de 2011 as 9:55

Alunos que cometerem bullying nas escolas deverão ser penalizados pela direção da unidade de ensino. Essa é uma das nove medidas preventivas de combate à violência que serão adotadas pelas instituições públicas de educação de Cuiabá. Isso a partir de termo de compromisso firmado pelos diretores de várias unidades escolares com o Ministério Público Estadual (MPE), por meio do promotor de Justiça do Núcleo de Defesada Cidadania da capital, Miguel Slhessarenko Junior.

Os representantes das escolas também se comprometeram em comunicar imediatamente o Conselho Tutelar e a Delegacia de Polícia Civil quando houver casos mais graves e violentos de bullying, enquanto autoridades máximas das instituições e responsáveis por garantir a harmonia do ambiente escolar.     Conforme ficou estabelecido, as equipes pedagógicas e os demais profissionais da educação devem receber capacitação para atuar na prevenção e combate imediato da prática de modo a ter condições de identificar o bullying a partir da mudança de comportamento dos alunos. Além disso, as crianças e adolescentes devem ser orientados sobre a importância de se relatar a um adulto as situações enfrentadas.

As ocorrências também serão registradas a uma equipe técnico-pedagógica e discriminadas em um livro específico de uso interno de cada instituição. Porém, deve ser assegurado ao aluno, autor da agressão moral, o direito ao contraditório e à ampla defesa. "Queremos estabelecer uma sistemática de atuação para contribuirmos com a redução dos índices de violência nas escolas”, pontuou o o promotor Miguel Slhessarenko.

O promotor afirmou ainda que aproximadamente 45% dos estudantes já foram vítimas de bullying, de acordo com uma pesquisa realizada em Cuiabá. A discriminação, segundo ele, gera consequências graves como a baixa estima, falta de vontade de ir à escola, depressão, agressividade, estresse, entre outras.            

veja também