MENU

Alunos reclamam de lixo na porta de escola muncipal de Salvador

Alunos reclamam de lixo na porta de escola muncipal de Salvador

Atualizado: Quarta-feira, 8 Junho de 2011 as 4:09

Alunos e professores de uma escola municipal da Mata Escura, em Salvador, reclamam que moradores do bairro jogam lixo na porta da escola. Além de sujar o meio ambiente, o mau cheiro do lixo atrapalha o rendimento dos alunos nas salas de aula.

A Escola Municipal Maximiniano Encarnação fica na Rua Direta da Mata Escura, a mais movimentada do bairro. Os professores denunciam que há aproximadamente cinco meses, moradores começaram a jogar lixos na porta da unidade de ensino. “Não tem que jogar na porta da escola, tem que jogar na hora certa e no lugar certo”, diz a aluna Helen Raquel. A colega Maria Luiza completa: “Aqui é uma escola, aqui a gente vem pra aprender não pra ficar olhando essa sujeira... Tem rato, barata, tem a dengue também que traz doenças.”

  Na manhã desta quarta-feira (8), os alunos saíram da sala de aula e com a ajuda dos pais e professores fizeram um protesto. Eles usaram cartazes e distribuíram panfletos pedindo mais cuidado da população. “Precisa que a comunidade cumpra com seu dever. Jogue o lixo no horário certo, no local adequado para que não aconteça mais essa situação aqui”, explica a professora Helen Araújo.

Ainda nesta manhã, o Gerente de Operações da Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb), Luiz Carlos da Colônia conversou com os professores. “Eu me comprometo a trazer uma placa de ‘proibido jogar lixo’ aqui na frente da escola, pra ver se as pessoas obedecem pelo menos o horário de coleta”, disse o gerente da Limpurb.          

veja também