Amazônia alcançará meta de reduzir desmatamento antes de 2020, diz Lula

Amazônia alcançará meta de reduzir desmatamento antes de 2020, diz Lula

Atualizado: Segunda-feira, 6 Dezembro de 2010 as 10:55

A meta de diminuição do desmatamento na Amazônia será alcançada muito antes de 2020, disse na manhã desta segunda-feira (6) o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante seu programa semanal "Café com o presidente".

Lula fez um balanço dos números divulgados pelo Ministério do Meio Ambiente, que mostram uma redução dos indíces.

"Fico feliz que a gente tenha conseguido sucesso na diminuição do desmatamento. Quando fomos a Copenhague no ano passado levamos uma proposta de diminuir as emissões de gases efeito estufa em 39% até 2020, e também nos comprometemos em diminuir o desmatamento da Amazônia em 80%. Muita gente achava que era impossível. O desmatamento que medimos agora já está afirmando que o Brasil vai alcançar, muito antes de 2020, a diminuição do desmatamento, uma lição para todos", afirmou o presidente.

Lula destacou ainda que o governo tem discutido com autoridades estaduais e municipais para promover o desenvolvimento sem desmatamentos. "O governo aprendeu que é preciso conversar e dialogar. Na medida que o governo federal envolve prefeitos e governadores e coloca à disposição ajuda para que esses estados possam se desenvolver sem precisar o desmatamento, todo mundo participa", afirmou.

Educação

Mas antes de analisar os novos índices de desmatamento, Lula falou sobre educação, e disse que o governo cumpriu sua promessa no setor.

"Vamos receber os estudos feitos pelo CDE (Conselho de Desenvolvimento de Educação) e vai ficar provado que o Brasil também começa a ter melhora substancial no ensino fundamental. Inauguramos mais 30 escolas técnicas, 25 extensões universitárias, e ainda este mês de dezembro vamos terminar de entregar tudo aquilo que nós prometemos. A gente tinha prometido 82 extensões universitárias, vamos entregar 126. Prometemos 214 escolas técnicas e vamos entregar 214 escolas técnicas", afirmou.

Eclusa no Tucuruí

Lula festejou ainda a inauguração de uma eclusa no Tucuruí. "É importante lembrar que essa hidrovia começou há quase 30 anos, e por falta de dinheiro não funcionou. Fizemos um estudo e chegamos à conclusão de que era preciso colocar isso num programa especial. Colocamos R$ 1 bilhão. Tive o prazer de inaugurar uma das duas eclusas, permitindo a possibilidade de transportar 40 milhões de toneladas de cargas por ano. Vai atender, além do estado do Pará e a região de Tucuruí, Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Vai baratear o custo dos produtos que a gente vai mandar para os Estados Unidos e União Europeia".

veja também