MENU

Ameaça a candidato do PV faz Marina cancelar viagem à Colômbia

Ameaça a candidato do PV faz Marina cancelar viagem à Colômbia

Atualizado: Sexta-feira, 7 Maio de 2010 as 4:22

A coordenação da pré-campanha da senadora Marina Silva (PV) cancelou a viagem que ela faria à Colômbia no próximo dia 20, depois que o candidato Antanas Mockus, do PV local, recebeu uma ameaça de morte.

''Ninguém na Colômbia esquece o assassinato do candidato presidencial renovador Luis Galán, nos anos 90, e as precauções são compreensíveis'', afirma a vereador Alfredo Sirkis, coordenador de campanha de Marina, em seu blog.

Na quarta-feira, Mockus, recebeu uma ameaça de morte através da rede social Facebook, que obrigou a polícia a reforçar sua segurança. Um grupo chamado ''Me comprometo a matar Antanas Mockus antes do dia 30 de maio'' apareceu no Facebook e foi desativado da rede horas depois.

Com o uso da internet, o verde conseguiu um rápido crescimento nas pesquisas eleitorais nas últimas semanas e agora lidera as sondagens com 38,7% das intenções de votos, segundo levantamento da Datexco.

Estava previsto para o dia 20 um ato público em Bogotá com Marina e Mockus. No entanto, o colômbiano têm evitado fazer aparições públicas com as ameaças.

Marina também cancelou a agenda que tinha hoje no Rio Grande do Sul. Com gripe, ela preferiu viajar a São Paulo para descansar e se consultar com um médico. Ontem, em debate com os pré-candidatos José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), Marina já apresentava sintomas da gripe.

Oficilização do vice

O presidente da Natura, Guilherme Leal, deve ser oficializado como vice de Marina no próximo dia 16 em evento em Nova Iguaçu (RJ). Sirkis diz que falta apenas um ''OK final'' do empresário.

O ato também servirá para lançar a pré-candidatura do deputado Fernando Gabeira, ao governo do Rio de Janeiro, e da vereadora Aspásia Camargo, ao Senado.

veja também