MENU

Ameaça de morte em escola do PR causa pânico em professores e alunos

Ameaça de morte em escola do PR causa pânico em professores e alunos

Atualizado: Quarta-feira, 25 Maio de 2011 as 9

Dois professores da Escola Municipal Barão de Mauá, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, foram ameaçados de morte através de três ligações anônimas durante o término do horário de aula do período da manhã, por volta das 12h de terça-feira (24). Segundo o professor  Claudinei Duarte de Lima, que trabalha na instituição há mais de oito anos, nas ligações o nome do professor ameaçado foi divulgado, mas o da professora não foi dito. Como a maioria dos educadores são mulheres, o fato causou tumulto e pânico na escola.

Com medo de um possível 'atentado', a direção da instituição acionou viaturas da Patrulha Escolar da Polícia Militar (PM) para fazer a proteção dos alunos e dos professores. As aulas do período da tarde não foram canceladas.

O subtenente Eloir Klaine da PM disse ao G1 que não é a primeira vez que isso acontece na escola. "Já é a terceira vez que acontece esse tipo de ameaça na escola, nós sempre atendemos os chamados, mas o fato nunca se confirma e a polícia não consegue identificar quem teria efetuado a ligação anônima", disse.

Klaine afirmou também que apesar da localização da escola ser em uma região violenta da cidade, ele acredita que todas as ameaças podem ser consideradas como "trotes".          

veja também