Ana Hickmann: "Meu trabalho exige vaidade"

Ana Hickmann: "Meu trabalho exige vaidade"

Atualizado: Quarta-feira, 19 Janeiro de 2011 as 1:29

Ana Hickmann lançou a sua sétima coleção de bolsas na 38ª edição da Couromoda, nessa terça-feira (18), em São Paulo. A marca, que leva o nome da modelo e apresentadora, investiu em maxi bolsas pensando no estilo da proprietária. “São vários compartimentos, tem que caber tudo!”, explicou com um dos modelos na mão. Ana comentou o que não pode faltar em sua bolsa: “celular, gloss, cartão de crédito, a chave do carro, lencinhos, maquiagem, um pouco de tudo”.

A apresentadora se considera uma pessoa vaidosa – uma vez, ela contou para o iG Gente, que se considera quase um produto – e relaciona isso a sua profissão. “Meu trabalho exige vaidade, tanto na moda como na televisão. Preciso ter cuidados com a pele, cabelo, unhas”. Uma dica de beleza? “Jamais dormir de maquiagem, pois isso dá chance para a acne. Antes de dormir, limpe a pele”.

Carnaval

Ana Hickmann está a mil por hora com o Carnaval. Na última semana, fez o primeiro ensaio da Vai-Vai, onde recebeu uma surpresa: foi condecorada como madrinha de escola. “Na hora eu pensei: o que faz uma madrinha de escola? Porque madrinha de bateria a gente sabe qual a função.” Ainda assim, aceitou o posto. “Ter recebidos este título foi muito bacana, primeiro porque mostra o carinho que a Vai-Vai teve quando me recebeu. Depois porque vou representar a escola que vai homenagear o maestro João Carlos Martins”.

Questionada sobre alguma rivalidade com a cantora Maria Rita, que estaria sendo cotada para o mesmo posto na escola, Ana foi direta: "Imagina, ela é uma mulher maravilhosa, grande artista, grande cantora! Seria ótimo para a escola ter duas madrinhas, duas mulheres lindas. A Vai-Vai merece, afinal, são 81 anos de história!"

Ensaios

No próximo sábado (22), ela estará no sambódromo para ensaio técnico da Vai-Vai e, domingo (23), para o da Grande Rio. Suas fantasias para as duas agremiações já estão definidas: da escola paulistana se chama “Voo da Liberdade” e, da carioca, “Magia das Profundezas”, que representa as riquezas do fundo do mar.

Para a jornada dupla na avenida, ela mergulhou na malhação. “Acabei intensificando a musculação para ganhar um pouco mais de força, afinal de contas eu vou sair no chão nas duas escolas. Preciso ter mais força para aguentar a fantasia, o percurso todo”, explicou Ana, que seguirá a pé pela avenida pelo segundo ano. “A primeira vez, a gente não sabe como vai ser. Mas, na segunda, tem que fazer bonito”.   Por: Renata Reif

veja também