MENU

Anima Mundi começa hoje no Rio

Anima Mundi começa hoje no Rio

Atualizado: Sexta-feira, 10 Julho de 2009 as 12

O Anima Mundi, o quinto maior festival de animação do mundo, começa nesta sexta-feira, 10 de julho, no Rio de Janeiro.

A 17ª edição do evento traz ao Brasil 401 filmes de 40 países, que serão exibidos em seis cinemas e centros culturais da cidade (Estação Botafogo, Odeon BR, CCBB, Casa França-Brasil, Centro Cultural dos Correios e Oi Futuro). Em seguida, o Anima Mundi desembarca em São Paulo, de 22 a 26 de julho.

O público poderá conhecer destaques recentes da animação mundial, com produções de países como a França, Reino Unido, EUA, República Checa, Letônia, Taiwan, Moçambique e Croácia, e também terá contato com lançamentos nacionais, já que o Brasil marca presença com 66 filmes nesta edição do evento.

O destaque fica por conta do longa "As aventuras de Gui e Estopa", o primeiro do país assinado por uma diretora, a paulistana Mariana Caltabiano. Também haverá uma homenagem aos irmãos Anélio e Mario Lattini, criadores da primeira animação de longa-metragem brasileira, "Sinfonia amazônica" (1952), que acontecerá no sábado, dia 11, às 19h30, no CCBB.

Já entre os filmes estrangeiros, nove longas participam da mostra competitiva: o infantil "Mia et lê migou", do francês Jacques Rémy, o irônico "$9.99", em stop-motion, da israelense Tália Rosenthal, o moderninho "Peur(s) du noir", todo em preto e branco, que reúne dez artistas gráficos franceses, o épico "Sita sings the blues", da americana Nina Paley, influenciada pela cultura indiana, o bem-humorado "Immigrants", do húngaro Gabor Csupo, além do ucraniano "The good soldier Shweik", de Roberto Crombie, e do chinês "Zhang Ga!", de Sun Lijun, ambos sobre guerras.

Há também muitos curtas gringos, alguns deles premiados e elogiados internacionalmente, como o britânico "This way up", de Alan Smith e Adam Foulkes, e o americano "Presto", de Doug Sweetland, ambos indicados ao Oscar 2009, ou "Horn dog", novo trabalho do americano Bill Plympton, que guarda em sua estante prêmios de Cannes e Annecy.

Convidados

Como de costume, o Anima Mundi traz ao país animadores de diversas partes do mundo para dividir suas experiências com fãs brasileiros. Este ano, é a vez do veterano francês Michel Ocelot (diretor de "Kirikou e a Feiticeira" e "Azul e Asmar") participar do já tradicional Papo Animado, no dia 17, às 19h30, no CCBB. Ocelot, que já produziu até videoclipe de Björk, ganhará também uma mostra especial dentro do evento, incluindo filmes inéditos no Brasil.

O Papo Animado também terá palestras do estoniano Priit Pärn, que vem ao Rio revelar por que a Estônia é hoje considerada um dos maiores pólos de animação do mundo, e do pesquisador americano Amid Amidi, pioneiro na criação de sites e revistas sobre animação.

Ainda estão previstas apresentações da empresa Laika, que trará os animadores Henry Selick e Scott Tom para contar detalhes sobre a produção de "Coraline", lançada este ano nos cinemas. O estúdio também vai oferecer um workshop com o roteirista Mike Cachuela, que trabalhou em sucessos como "Toy Story", FormiguinhaZ", "Ratatouille" e "A noiva cadáver".

Representantes da Walt Disney, os animadores Renato dos Anjos e Leo Sanchez-Barbosa também vêm ao Anima Mundi falar ao público. Eles vão detalhar o processo de criação do personagem principal do longa "Bolt", indicado ao Oscar deste ano.

Confira abaixo destaques da programação e informações de serviço do Anima Mundi 2009. A programação completa está no site do festival.

veja também