MENU

Animações da Disney fazem história no cinema e em premiações

Animações da Disney fazem história no cinema e em premiações

Atualizado: Quarta-feira, 24 Novembro de 2010 as 3:59

Os estúdios Disney estão acostumados a fazer revoluções. Foram os primeiros a fazer um longa-metragem de animação, por exemplo. "A Branca de Neve e os Sete Anões" marcou época, colocando um desenho animado com 90 minutos no cinema.

Assim, foram se firmando como o grande estúdio de animação, sendo raramente enfrentado. No Oscar, eles também fizeram história. É deles o primeiro desenho a concorrer na categoria de Melhor Filme.

Em 1991, "A Bela e a Fera" foi escolhido para disputar com outros quatro filmes o prêmio máximo da Academia. Acabou perdendo para "O Silêncio dos Inocentes". Antes mesmo de ser indicado, a animação já havia revolucionado o próprio campo com a primeira cena feita inteiramente por computação gráfica.

O momento mais famoso do filme, o baile entre a moça prisioneira e seu monstruoso sequestrador, teve todo o cenário produzido digitalmente. A canção tema, que ajuda a dar o clima romântico enquanto o casal baila pelo salão, também concorreu na categoria de Melhor Canção, com a interpretação de Celine Dion e Peabo Bryson.

Em comemoração aos 20 anos de lançamento, o desenho recebeu uma edição especial com dois CDs. Além do filme, extras da produção e a trilha sonora acompanham a caixa. O sucesso foi tamanho que chegou a ser adaptado como um musical da Broadway, com direito a versão brasileira.

Depois de renovar o gênero formando a parceria com a Pixar, o primeiro longa deles foi "Toy Story", a Disney manteve-se como referência nas animações. No Oscar deste ano, os dois estúdios mais uma vez escreveram seu nome na história, conseguindo a indicação de "Up - Altas Aventuras" para Melhor Filme.

Mais uma vez não ganhou. Tendo concorrentes de peso como "Avatar", "Amor Sem Escalas" e "Preciosa", perdeu a estatueta para "Guerra ao Terror". A história do velhinho solitário e do pequeno escoteiro emocionou plateias do mundo todo. A Pixar manteve seu estilo e produção digital aliando a narrativa tradicional da Disney, o que explica o sucesso.

Agora, no Oscar 2011, após a seleção para concorrer ao Oscar de Animação, eles esperam que "Toy Story 3" siga o mesmo caminho. Aclamado pelo público e pela crítica, é o grande favorito a levar a estatueta. Os produtores esperam não ter apenas a indicação a Melhor Filme, mas que a vençam desta vez.

veja também