MENU

Anvisa vai exigir de clínicas relatórios de processos de reprodução assistida

Anvisa vai exigir de clínicas relatórios de processos de reprodução assistida

Atualizado: Quinta-feira, 19 Agosto de 2010 as 11:17

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) vai rever as regras de funcionamento das clínicas públicas e privadas de reprodução humana assistida. Uma das mudanças sugeridas é que as clínicas encaminhem para a agência relatórios com os resultados dos processos de reprodução.

Os dados devem ser enviados ao Sistema Nacional de Produção de Embriões (SisEmbrio). De acordo com a Anvisa, não existe, atualmente, um método para o envio desses resultados pela internet e há subnotificação do uso e armazenamento dos embriões.

Em 2008, foram notificados 10.011 embriões. No ano seguinte, foram 8.090 embriões, conforme dados da Anvisa. Existem cerca de 180 clínicas desse tipo no país, sendo 97% privadas e a maioria localizada no Sudeste.

Outra proposta da agência é acabar com a classificação das clínicas em tipos de serviços, como bancos de doação de sêmen e fertilização in vitro , com o objetivo de reduzir a burocracia.

As propostas da Anvisa fazem parte de uma consulta pública, que ficará disponível, por 30 dias, na página da Vigilância Sanitária na internet . Em 2006, a Anvisa estabeleceu resolução com as normas e exigências para as clínicas.

veja também