MENU

Aos cem anos de idade, aposentada volta à escola para ler e escrever

Aos cem anos de idade, aposentada volta à escola para ler e escrever

Atualizado: Quarta-feira, 1 Junho de 2011 as 12:03

Aposentada de cem anos aprende a ler e escrever em Londrina (PR)       A aposentada Isolina Mendes Campos viveu um século sem conseguir ler e escrever. Agora decidiu reverter a situação. Aos cem anos de idade, a vovó estudante é um dos 45 matriculados no curso de alfabetização de jovens e adultos da Escola Municipal Moacyr Camargo Martins, em Londrina (PR).

De acordo com a diretora da escola, Regina Pierotti, a presença da aluna centenária despertou a admiração dos mais jovens."Ela é perseverante, tem vontade de aprender. Faz questão de chamar o professor para uma explicação mais detalhada", diz a diretora.

Isolina ingressou no curso em 1998, mas teve de deixar as aulas por problemas de saúde. Agora, em plena forma, resolveu voltar. “Quero dar o exemplo a quem está pensando em estudar”, afirma a aposentada. E a disposição dela não para nos estudos. Ela garante que, se a idade permitisse, procuraria um emprego. “Não gosto de ficar parada”, conta.

Um dos filhos de Isolina, o motorista aposentado Raimundo Xavier Mendes, 62, leva a mãe para a aula período noturno. Ele conta que ela gosta de manter a independência sempre e faz questão de ter um lugar só seu na casa, apesar de os dois viverem juntos. E afirma estar feliz com a admiração que o gesto da mãe despertou na escola e no bairro onde moram.        

veja também