MENU

Apenas 11% dos adultos usam cinto no banco traseiro dos carros em SP

Apenas 11% dos adultos usam cinto no banco traseiro dos carros em SP

Atualizado: Quarta-feira, 28 Julho de 2010 as 8:30

Uma pesquisa da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) descobriu que apenas 11,2% dos adultos usam o cinto de segurança quando estão no banco de trás do carro. Entre as crianças, o índice é maior, de 25,3%.

O valor, entretanto, ainda é pequeno. O uso de cinto de segurança no banco traseiro está previsto em lei e pode salvar vidas.

Testes de colisão feitos pela indústria automobilística mostram o impacto da batida sobre o corpo humano e a trajetória do corpo em direção ao banco da frente.

Além de causar riscos para sua própria saúde, quem não usa o cinto pode prejudicar quem está em volta. Imagens de uma propaganda que incentiva o uso do cinto mostram um acidente no qual apenas uma mulher usa o cinto no banco de trás – o homem está sem o equipamento. Com a batida, ele atinge a moça, aumentado a gravidade dos ferimentos dela.

veja também