MENU

Após aumento, Kassab reafirma que doará parte do salário a hospital

Após aumento, Kassab reafirma que doará parte do salário a hospital

Atualizado: Terça-feira, 5 Julho de 2011 as 12:46

Um dia após aprovação em segunda votação, na Câmara Municipal de São Paulo, do aumento de salário para os postos do Executivo, o prefeito Gilberto Kassab reafirmou nesta terça-feira (5) que doará o valor referente ao reajuste para o Hospital do Câncer. O projeto de lei 303/2011 fixa o subsídio mensal de Kassab em R$ 24.117,62 a partir de janeiro de 2012. Atualmente, ele recebe R$ 20.042,33, de acordo com o portal "De Olho nas Contas", da Prefeitura de São Paulo.

“[Doarei] para o Hospital do Câncer, a Fundação Antônio Prudente. É uma instituição que fez um trabalho com o meu pai e, até o fim da sua vida, ele se dedicou muito”, afirmou Kassab durante inauguração do Centro de Referência Especializado para a população em situação de rua-Barra Funda e do Espaço de Convivência Barra Funda, na Zona Oeste de São Paulo.  

O prefeito afirmou ainda que os aumentos que atingem também os secretários municipais são necessários para equiparar ao mercado o valor dos salários oferecidos pela Prefeitura para funcionários do alto escalão. A lei estabelece que o subsídio mensal dos secretários municipais para exercício financeiro de 2012 passará de aproximadamente R$ 6 mil para R$ 19.294,10. O texto estabelece que os secretários municipais deixem de acumular "jetons" por participações nos conselhos e diretorias de empresas ligadas à administração pública municipal direta ou indireta.

A vice-prefeita da capital, Alda Marco Antonio, cujo salário passará de R$ 10.021,16 para R$ 21.705,86, declarou que não abrirá mão do aumento. Segundo ela, os reajustes aprovados pela Câmara “são necessários”. Para entrar em vigor, o projeto precisa ser sancionado pelo próprio prefeito. Caso vire lei, o prefeito, a vice-prefeita e os secretários poderão receber 13º salário.

Aumento em 2011

Com base em um decreto legislativo que atrela a remuneração do prefeito ao salário dos deputados estaduais, o salário de Kassab subiu de cerca de R$ 12 mil para R$ 20.042,33 no início deste ano. O aumento dos salários dos deputados estaduais ocorreu no final de 2010. O salário do prefeito correspondia a 75% da remuneração dos deputados, a partir do decreto, mais um terço do total da remuneração que corresponde a uma verba de representação.

A Câmara Municipal é obrigada pela Lei Orgânica do município a fixar os subsídios a cada ano. A lei diz que compete à Mesa Diretora fixar, por lei de sua iniciativa, para cada exercício financeiro, os subsídios do prefeito, vice-prefeito e secretários municipais, limitados a 90,25% do subsídio mensal dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).          

veja também