Após falta de luz, Hospital Rocha Faria volta a funcionar normalmente

Após falta de luz, Hospital Rocha Faria volta a funcionar normalmente

Atualizado: Quarta-feira, 14 Dezembro de 2011 as 8:33

O Hospital estadual Rocha Faria, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, funciona normalmente na manhã desta quarta-feira (14). As informações foram confirmadas pela Secretaria estadual de Saúde. Na noite de terça-feira (13), a unidade ficou sem luz e seis pacientes tiveram que ser transferidos .

De acordo com a secretaria, o fornecimento de energia foi restabelecido na própria noite de terça-feira. A secretaria chegou a recomendar que a população procurasse outras unidades em casos de emergência.

Segundo o diretor da unidade, José Macedo, a transferência dos pacientes já estava prevista.

"O hospital a partir de ontem já voltou ao seu funcionamento normal. Pelo nosso conhecimento, as pessoas chegaram às suas unidades de destino da maneira como deveriam ter chegado mesmo. São pessoas que já estavam inclusive na regulação para serem transferidas e em função deste evento foi até necessário uma antecipação desta transferência para evitar consequência maior", explicou.

Ainda segundo Macedo, a preocupação da direção do hospital foi resolver a situação rapidamente.

"É tudo muito rápido, foi um evento inesperado, pegou todo mundo de surpresa. Então, primeiro você procura resolver a situação dos pacientes. Agora, é claro que hoje as famílias e as pessoas que tievram qualquer dúvida podem procurar o hospital e a ouvidoria. A assistência social e a direção também estão presentes", concluiu.

Gerador não teria funcionado

Ainda segundo a secretaria, o gerador do hospital não teria funcionado. A secretaria disse ainda que a companhia contratada pela Empresa de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (Emop) para fazer a reforma da subestação de energia do hospital enviou técnicos ao local para apurar e preparar um relatório, apontando os motivos para a falta de energia e do defeito no gerador.

Procurada pelo G1 , a Light, concessionária responsável pelo fornecimento de energia na cidade, informou que o a unidade "apresentou um defeito interno na parte elétrica de suas instalações, ocasionando falta de luz". A empresa disse ainda que enviou um gerador ao local.

Em nota, a secretaria informou que a primeira avaliação da equipe médica do hospital "aponta que não houve alteração nos quadros clínicos dos pacientes internados na unidade".      

veja também