MENU

Após fuga, 10 presos são transferidos da delegacia de Brumado

Após fuga, 10 presos são transferidos da delegacia de Brumado

Atualizado: Quarta-feira, 26 Outubro de 2011 as 3:37

Após a fuga de 13 homens na noite de terça-feira (25), 10 presos que estavam custodiados na delegacia de Brumado, a 555 Km de Salvador, foram transferidos para o presídio de Vitória da Conquista. Segundo o delegado coordenador da 20ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin) Leonardo Rabelo, outros três homens devem ser transferidos para o mesmo presídio, mas a polícia não informa a data por medida de segurança.

Ainda segundo informações do delegado, presos de menor periculosidade foram liberados por decisão da Justiça, e outros 19 homens permanecem na unidade aguardando a ordem de transferência para presídios e delegacias da região e da capital. A delegacia de Brumado passará por uma reforma que deve ser iniciada assim que o restante dos presos forem transferidos. A previsão para a chegada dos materias de construção é para a quinta-feira (27). Dos fugitivos, um homem foi recapturado na madrugada desta quarta-feira (26).

A fuga

Segundo o delegado coordenador, os presos improvisaram uma escada humana e usaram cordas feitas de lençóis, conhecidas como 'Tereza', para chegarem ao teto da área de banho de sol, onde forçaram as vigas e escaparam. Rabelo informou que a fuga aconteceu às 21h e que os policiais de plantão perceberam a movimentação e impediram que outros detentos fugissem.   Todos os fugitivos estavam em uma mesma cela. Trinta e um detentos permaneceram na custódia. A polícia informou também que os fugitivos estavam na lista de presos que deveriam ser levados para outras unidades.

A custódia da 20ª Coorpin, segundo informações de Leonardo Rabelo, tem sete celas e capacidade para 28 presos, mas abrigava quase 50 pessoas no momento da fuga. A polícia faz buscas pela região para localizar os outros 12 fugitivos.

Presídios na Bahia

Em nota, a assessoria de Administração Prisional e Ressocialização do Estado informou que, na tentativa de folgar o sistema prisional baiano e, com isso, evitar fugas de presos, estão sendo concluídas as obras do presídio de Eunápolis, com capacidade para 456 internos. Segundo a Secretaria, o conjunto penal deve ser entregue até dezembro de 2011.

Além disso, a nota informa que estão assegurados os recursos para construção de duas cadeias públicas femininas, sendo uma em Salvador e outra em um município a ser definido, com 240 vagas cada.

Mais três cadeias públicas masculinas, sendo duas com 300 vagas cada, em Itabuna e um município a ser definido, e outra com 386 vagas, em local ainda não definido, devem ser construídas. Além disso, o governo deve assinar ainda este mês uma ordem de serviço para a reforma e ampliação do conjunto penal de Feira de Santana, com criação de mais 900 vagas.

O sistema prisional baiano conta hoje com oito mil vagas em 23 unidades. Segundo a Secretaria, existe uma média de 10.200 detentos nas penitenciárias, além dos cerca de cinco mil nas delegacias, ou seja, um déficit de 7,2 mil vagas. A previsão do governo é que sejam criadas seis mil vagas nos próximos anos.

veja também