Após furto de torneiras, aulas são suspensas em escola de Bauru

Após furto de torneiras, aulas são suspensas em escola de Bauru

Atualizado: Terça-feira, 15 Fevereiro de 2011 as 8:17

A cidade de Bauru, no interior de São Paulo, está enfrentado uma onda de vandalismo nas escolas públicas. Do início do ano até agora, já foram três ocorrências em unidades que atendem a crianças dos bairros mais pobres. Na mais recente, neste fim de semana, as torneiras de uma escola foram levadas. O resultado: aulas suspensas para 150 estudantes e prejuízo aos cofres da prefeitura. As aulas devem ser retomadas nesta terça-feira (15).

Das 17 torneiras usadas pelas crianças, sobrou apenas uma. Na Escola Municipal Valéria de Oliveira, no bairro Pousada da Esperança I, não há vigia, o que teria facilitado a ação dos invasores.

Apenas em 2011, pelo menos três ocorrências já foram registradas na cidade. Na semana passada, a Escola Municipal Maria Chaparro Costa teve as aulas suspensas. Vidros e lâmpadas foram quebrados. Antes disso, vândalos colocaram fogo e destruíram vidros na EMEI Maria Isolina Zanete, na Vila Eugênia. Em nenhuma delas, no momento da ação dos bandidos, havia um vigia no local.

Dede o começo deste ano, a Secretaria de Educação de Bauru registrou 19 boletins de ocorrência por invasões em escolas. A polícia não tem pista dos vândalos.    

veja também