MENU

Após passar por três hospitais, estudante consegue dar à luz na Bahia

Após passar por três hospitais, estudante consegue dar à luz na Bahia

Atualizado: Domingo, 26 Junho de 2011 as 11:31

  A estudante Marta Leila Santos, de 27 anos, que teve dificuldades para realizar o parto em hospitais de Feira de Santana, a 108 km de Salvador, conseguiu dar à luz a duas meninas no final da tarde de sábado (25), segundo informações da família da gestante.

De acordo com Antônio Neto, marido de Marta, por volta das 17h30 de sábado, as duas meninas nasceram no Hospital Clériston Andrade, em Feira.

Aos oito meses de gestação, a estudante percebeu que a bolsa estourou às 7h da manhã de sábado e começou a procurar atendimento em hospitais da cidade, que não tinham médicos ou vagas de Unidade de Terapia Intensiva neonatal, necessária no caso de parto prematuro de gêmeos. Primeiro ela esteve no Hospital da Mulher, que com a justificativa de falta de vaga em UTI neonatal, orientou a gestante a procurar atendimento no Hospital Clériston Andrade. Sem médicos na unidade de saúde, a estudante e o marido foram orientados a procurar uma clínica particular, onde também não foram atendidos.     O casal voltou ao Clériston Andrade, onde só havia um médico clínico fazendo atendimento. Com a ajuda de amigos e familiares, o casal precisou conseguir uma obstetra para realizar o parto na unidade. "Ficamos todos muito aflitos, mas graças a Deus deu tudo certo. As meninas e minha esposa estão bem", conta o comerciante Antônio Neto, pai das gêmeas.

Segundo ele, as crianças nasceram saudáveis, cada uma com cerca de 2,4 kg e não precisaram ser encaminhadas para a UTI neonatal. A mãe das meninas, a estudante Marta também passa bem. As três devem receber alta entre segunda-feira (26) e terça-feira (27).          

veja também