MENU

Após restauro, sinos da Catedral da Sé ganham sistema eletrônico

Após restauro, sinos da Catedral da Sé ganham sistema eletrônico

Atualizado: Terça-feira, 14 Dezembro de 2010 as 4:14

Depois de cinco anos, São Paulo vai ganhar de volta as badaladas dos 61 sinos de bronze de um dos principais templos do país: a Catedral da Sé, no Centro da capital. Os sinos foram restaurados e ganharam um sistema eletrônico.   Basta um toque no painel digital e eles despertam. A espera vem desde 2005 e os 61 sinos da Catedral da Sé foram trazidos da Holanda em 1958. Cinco deles são gigantes - pesam até cinco toneladas cada. Essa é a terceira restauração de todo o conjunto, considerado o maior da América Latina.

A fase mais difícil foi deixar tudo limpo. Foram necessários 50 metros de mangueira, mais uma bomba para trazer a água. O processo de limpeza e pintura levou quase dois meses, mas complicado mesmo foi retirar toda a poeira dos sinos.

“Para tirar toda a sujeira, o grosso mesmo, nós lavamos com escova de aço, areia e colocamos após a secagem um produto químico para colocar na cor original mesmo do sino”, disse Marcelo Angeli, responsável pela restauração das peças. Durante o processo, os restauradores não usaram tintas.

O trabalho feito por empresas particulares e R$ 80 mil. O som das badaladas pode ser ouvido a uma distância de até 2km. “Vai ser tocado na hora da Ave Maria, às seis da manhã, ao meio-dia e às seis da tarde. Então sempre vai ser tocado para a alegria chamar o povo”, contou o cônego da Catedral, Walter Caldeira.

E se a tecnologia falhar, bem-vindo ao passado. O sistema manual de cordas dos sinos da década de 1950 ficou novinho em folha. A inauguração será na próxima quinta-feira (16), às seis da tarde.    

veja também