MENU

Após sete dias de internação, menina de 1 ano tem alta

Menina que se afogou em piscina de berçário recebe alta

Atualizado: Segunda-feira, 9 Julho de 2012 as 7:06

Após sete dias de internação, a menina de 1 ano que se afogou na piscina de um berçário juntamente com outro colega, no Setor Serrinha, em Goiânia, recebeu alta médica, na manhã desta segunda-feira (9). Segundo a avó da bebê, Eunice de Souza Moraes, os médicos disseram que o quadro de saúde da garota é bom. “Ela está ótima e em questão de dias ela estará totalmente normal. Não ficou nenhuma sequela”, comemorou.

A avó conta que no momento em que a neta estava saindo do hospital várias pessoas cantaram a cantiga “Parabéns pra você”. “Todos ficaram muito felizes com a notícia. Esse momento é como se fosse o renascimento da minha neta. Vamos recebê-la na minha casa para comemorar a recuperação dela”, conclui a avó.

No sábado (7), a TV Anhanguera divulgou um vídeo que mostra a menina cantando e brincando no hospital. Otimista, o pai dela declarou à TV que a filha já estava bem. “Ela está ótima e responde a todos os movimentos de coordenação motora e fala”, relatou Fabrício Martins.


Estável
Já o estado de saúde do outro bebê, de 2 anos, ainda é delicado, mas está estável. Segundo o último boletim médico divulgado pelo Instituto Goiano de Pediatria (Igope), a medicação que o mantém em coma induzido foi retirada, mas será preciso aguardar alguns dias para ele acordar. Além disso, o documento relata que o menino permanece com um edema cerebral, tem um quadro de pneumonia sob controle e ainda precisa de remédio para ajudar o coração a bater.
Entretanto, o que mais chamou a atenção dos médicos responsáveis pelo caso foi uma sequência de soluços que ele teve no domingo (8). Eles suspeitam que possa ser um sinal evolutivo ou um princípio de convulsão. Porém, a mãe confia na reação do filho. “A gente acredita que ele está brigando com o aparelho para respirar”, declara Nivian Faleiros, que completa.

“Nós estamos muito felizes e muitas pessoas não entendem o porquê. Porém, do jeito que encontrei meu filho praticamente morto e, agora, só de me ver, os batimentos cardíacos dele começam subir. Só quem é mãe sabe descrever a emoção”.

Acidente
A bebê de 1 ano e um menindo de 2 anos se afogaram na piscina do berçário na manhã da última segunda-feira (2). As crianças foram encaminhados ao hospital em estado gravíssimo. Em depoimento à polícia, uma das funcionárias afirma que deu falta de uma das crianças e a encontrou caída na piscina. Ao socorrê-la, no momento de desespero, deixou o acesso à área de lazer aberto e, logo em seguida, o menino teria se afogado.

Entretanto, a delegada da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), Renata Vieira, acredita que houve negligência durante o acidente. Ela afirma que algum adulto deixou o portão que dá acesso à piscina aberto e, consequentemente, as crianças acabaram caindo na piscina. Para a delegada, as crianças caíram ao mesmo tempo na água.


veja também