MENU

Após três programas, PT suspende produção do "Fala Dilma"

Após três programas, PT suspende produção do "Fala Dilma"

Atualizado: Quinta-feira, 6 Maio de 2010 as 2:10

Criado com o objetivo de espalhar diariamente pela internet e por rádios do interior do país entrevistas em que Dilma Rousseff (PT) falaria sobre ''importantes temas da agenda nacional'', o ''Fala Dilma'' empacou no terceiro episódio e não tem atualizações desde a quinta-feira da semana passada.

No dia 27, o programa começou a ser veiculado no site da petista ( www.dilmanaweb.com.br ) com a promessa de que ''de segunda a sexta-feira'' seria colocada no ar uma entrevista com Dilma, produzida por sua assessoria.

''Os internautas e os comunicadores de rádio poderão ouvir ou fazer o download livre'', apregoava o site, se referindo aos áudios de cerca de 5 minutos em que a ex-ministra discorria sobre temas formulados por sua equipe.

Nos três únicos programas veiculados até agora (na terça, quarta e quinta da semana passada), Dilma falou sobre Bolsa Família, valorização dos professores e carteira assinada. Em um deles, fez referência ao presidente da República em 1909 como sendo Arthur Bernardes em vez de Affonso Penna ou Nilo Peçanha, que ocuparam a cadeira naquele ano.

Isso apesar de a petista falar, nos programas, com um tom e ritmo similares à de quem lê um texto. Nos últimos tempos, a petista tem passado por treinamento para melhorar o desempenho diante de microfones e gravadores.

De acordo com sua assessoria, a gravação do ''Fala Dilma'' foi interrompida pela combinação de agenda lotada e problemas de voz da petista. Mas, ainda segundo a pré-campanha do PT, a sua produção deve ser retomada futuramente.

Por Ranier Bragon

veja também