MENU

Arma falha e frentista escapa de tiro no rosto em assalto, diz polícia

Arma falha e frentista escapa de tiro no rosto em assalto, diz polícia

Atualizado: Quinta-feira, 1 Setembro de 2011 as 11:10

Um frentista de um posto de combustíveis escapou de ser atingido com tiro no rosto em assalto ocorrido nesta quarta-feira (31), por volta das 20 horas, no bairro Popular Nova, em Corumbá, distante 444 quilômetros de Campo Grande. De acordo com o boletim de ocorrência, o ladrão ficou irritado com a vítima, atirou, mas a arma falhou.

Segundo relato à Polícia Civil, o frentista de 18 anos disse que os dois assaltantes chegaram em uma motocicleta. Um deles entregou uma nota de R$ 20 e pediu para que o rapaz abastecesse o veículo. Em seguida, apontou um revólver e mandou que o funcionário do posto entregasse todo o dinheiro que estivesse no caixa.

O frentista disse à polícia que ficou nervoso e deixou o dinheiro cair no chão. O ladrão teria ficado irritado, apontou a arma no rosto da vítima e atirou, mas arma falhou. Os assaltantes fugiram e não levaram nada. A polícia fez buscas pela região e não localizou os ladrões.

Assaltos

A empresária Consuelo Migueis, sócia da rede de postos de combustível assaltado na noite de ontem, disse que o estabelecimento no bairro Popular Nova chama a atenção dos bandidos, por causa dos caixas eletrônicos bancários.

Segundo ela, apenas em 2007, o local foi assaltado 15 vezes. “Foi necessário contratarmos uma equipe de segurança para que diminuísse o número de assaltos. Este foi o primeiro do ano”, disse. Conforme a empresária, no momento do assalto o funcionário que faz a segurança do posto não estava no local.          

veja também