MENU

Arruda retira nome de novos inimigos de lista de premiados pelo governo

Arruda retira nome de novos inimigos de lista de premiados pelo governo

Atualizado: Quarta-feira, 6 Janeiro de 2010 as 12

O governo de José Roberto Arruda (ex-DEM) tirou da lista de premiados com a medalha comemorativa dos 200 anos da Polícia Militar Durval Barbosa, autor das denúncias do mensalão do DEM, e Estefânia Viveiros, ex-presidente da OAB-DF que apresentou pedido de impeachment contra o governador.

A homenagem foi feita em maio de 2009, mas a lista de agraciados só foi publicada no ''Diário Oficial'' em dezembro e sem os nomes dos dois.

Uma versão com os nomes de Barbosa e de Estefânia chegou a ser divulgada no site do governo. Mas a lista foi reimpressa sem os dois.

Segundo assessoria de Arruda, eles saíram da lista ''por proteção'', para que ninguém os atacasse, dizendo que foram premiados pelo governo.

''Retirar meu nome da lista de premiados não faz sentido, foi um reconhecimento pelo trabalho da OAB, que exerce seu papel com ou sem medalha'', disse Estefânia.

A assessoria afirmou que a publicação é só uma formalidade exigida pela lei e que a decisão de retirar os nomes foi da área militar do governo. A PM não disse se os dois terão de devolver as medalhas.

Ontem, na primeira reunião do ano com secretários, Arruda ironizou as acusações que sofre. ''Eu liguei a televisão e perguntaram para um varredor de rua sobre a Mega-Sena, e ele disse: ''Estão dizendo que foi um político, acho que foi o Arruda''. Hoje em dia, sou culpado até pela Mega-Sena''.

veja também