MENU

Assaltante rende seis funcionários de loja de calçados em BH

Assaltante rende seis funcionários de loja de calçados em BH

Atualizado: Segunda-feira, 13 Setembro de 2010 as 11:04

O fim de mais um dia de trabalho para seis funcionários de uma loja no Bairro Betânia, Região Oeste de Belo Horizonte, foi marcado pela violência. Quando se preparavam para voltar para casa, por volta das 13h deste domingo, eles foram rendidos por um jovem armado e tiveram que permanecer na Elmo Calçados por quase duas horas, tempo para que o assaltante se rendesse depois de intensa negociação com a polícia.

Segundo os funcionários, as portas da loja, localizada na Avenida Úrsula Paulino, já estava parcialmente fechada. Lá dentro, um último cliente acertava a conta. Moroni Gonçalves Caetano da Cunha, de 18 anos, aproveitou a saída do comprador para invadir o local e render os trabalhadores com um revólver calibre 22. Ele mandou que todos deitassem no chão e foi para o caixa, onde conseguiu cerca de R$ 4,5 mil. O criminoso também roubou três celulares: dois de funcionárias e um da loja. Ao conseguir os produtos, Maroni levou todos os reféns para a sala da gerência e trancou a porta.

O namorado de uma das vítimas, que aguardava perto da loja a saída da companheira, viu a ação do assaltante e ligou para a polícia. Minutos depois o lugar foi cercado e as conversas entre Maroni e os policiais começaram. Uma equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais da PM (Gate) também foi chamada para auxiliar nas negociações. Para libertar os reféns e se render, o rapaz exigiu a presença dos pais. Sem demonstrar nervosismo, ele esperou até as 14h40 para se entregar.

Os funcionários, muito abalados, foram libertados, mas nenhum estava ferido. Maroni foi preso e levado para a 1ª Delegacia de Polícia do Barreiro. O dinheiro e os celulares foram entregues ao gerente da loja. A polícia acredita que um irmão do assaltante estava esperando do lado de fora para que os dois fugissem. O suspeito não foi localizado.  

veja também