MENU

Até outro dia, se Deus quiser, diz Lula em festa de despedida no Rio

Até outro dia, se Deus quiser, diz Lula em festa de despedida no Rio

Atualizado: Terça-feira, 21 Dezembro de 2010 as 9:46

Ao lembrar que faltam apenas 10 dias para o término de seu governo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se emocionou ao se despedir dos cariocas e fluminenses na noite desta segunda-feira (20), durante festa em sua homenagem, realizada na Praça da Apoteose, no Sambódromo do Rio. "Até outro dia, se Deus quiser. Vou estar por aí", disse Lula, num discurso emocionado. "Ano que vem tem eleição, nós vamos ajudar a eleger essa gente aqui", completou. O presidente disse ainda que a presidente eleita, Dilma Rousseff, vai continuar apoiando o Rio de Janeiro, assim como ele apoiou, e rasgou elogios ao vice-governador Luiz Fernando Pezão e ao governador Sérgio Cabral. "Finalmente o Rio tem um governador com a cara do Rio. Tem a cara do Rio, o jeito do Rio e a malandragem do Rio", afirmou.

Além disso, o presidente fez um balanço sobre o seu governo e sua história política, revelando que em alguns momentos pensou em desistir, mas teve o apoio da esposa, Marisa Letícia, para seguir em frente. "E não poderia terminar meu mandato com maior alegria do que ter meu governo avaliado, segundo pesquisa do Ibope, como bom ou ótimo por 87% dos brasileiros", comemorou. Foi debaixo de muitas palmas e a agitação de lenços brancos que às 21h25 desta segunda o cantor Zeca Pagodinho subiu ao palco montado na Praça da Apoteose, para abrir o show "Obrigado, presidente Lula" , promovido pelo PMDB do Rio. Após cantar três músicas, Zeca convidou ao palco o presidente, que entrou acompanhado do governador Sérgio Cabral.

Lula e o público acompanharam por um telão depoimentos de moradores agradecendo o apoio do presidente ao Rio de Janeiro. Em seguida, o cantor Martinho da Vila entrou no palco cantando o refrão do samba da Imperatriz Leopoldinense e do Hino da Independência: "Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós e que a voz da igualdade seja sempre a nossa voz".

O presidente disse que foi convidado para o carnaval no Rio. "Estou convidado para o carnaval de 2011. E agora vou poder sambar, o que não podia fazer enquanto era presidente. Vou mostrar o quanto eu sei sambar", brincou Lula.

veja também