MENU

Atingidos pelas chuvas em PE passam de 140 mil, diz Defesa Civil

Atingidos pelas chuvas em PE passam de 140 mil, diz Defesa Civil

Atualizado: Quinta-feira, 5 Maio de 2011 as 1:46

As chuvas que atingem Pernambuco desde o início da semana afetam 144.532 pessoas, segundo balanço divulgado na manhã desta quinta-feira (5) pela Defesa Civil do estado.

O número inclui pessoas que tiveram prejuízos com chuvas e enchentes, além de 4.080 famílias que estão desabrigadas (perderam suas casas) e outras 8.503 desalojadas (abrigadas em casas de parentes e amigos).

Passou também de 45 para 48 o número de cidades inundadas no estado. Decretaram situação de emergência 16 cidades (A primeira versão deste texto dizia que 48 cidades haviam decretado emergência. A informação foi corrigida às 11h36) . Em todo o estado, duas mortes foram registradas, um Camaragibe e outro em Jaqueira.

Barreiros, na Zona da Mata da região metropolitana, foi a mais atingida. Pelo menos 2,2 mil pessoas estão desabrigadas e outras 19,9 mil desalojadas. Vários bairros estão isolados após o transbordamento do Rio Una, que invadiu as ruas da cidade. Quase 4 mil casas foram destruídas.

Em Palmares, 58 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas. Mais de mil famílias estão desalojadas e 55 estão desabrigadas. Mais de 900 casas foram destruídas pelas enchentes.

Por causa das chuvas, o governo enviou apoio de mais 21 bombeiros para a cidade para reforçar o resgate de famílias que residem nas áreas atingidas.

Segundo o coronel Carlos Eduardo Casa Nova, comandante do Corpo de Bombeiros do estado, um posto de comando foi montado em Barreiros na Escola Municipal Luiz Bezerra de Melo, em Barreiros, de onde partem oito viaturas e três embarcações para buscar pessoas atingidas pelas inundações. "Estamos com duas unidades de atendimento aquático, duas unidades de resgate e uma unidade de mergulho para realizar o resgate de pessoas ilhadas e com dificuldade de locomoção", disse Casa Nova.

Os bombeiros monitoram a situação em 18 municípios atingidos pelas chuvas, em especial nove da Mata Sul e três da Mata Norte. Só na capital, Recife, há cerca de 630 famílias desabrigadas ou desalojadas por conta de quedas de barreiras e alagamentos.

Outras cidades atingidas são Catende, Água Preta, Barreiros, Jaqueira e Maraial, Rio Formoso, Barra de Guabiraba e Cortês, Ribeirão e Gameleira, Vitória e Primavera na Mata Sul. Equipes também atuam em Timbaúba e Macaparana, Nazaré e Vicência além de Limoeiro, todas na Mata Norte.

Em Alagoas, o último balanço do final da tarde de quarta-feira (4) aponta que há 6.135 pessoas afetadas pelas inundações em 12 municípios mais críticos em situação de emergência. Na capital, havia 72 áreas consideradas de risco. No litoral norte, as chuvas que caem desde o fim de semana prejudicam principalmente dois municípios e deixaram até o momento um morto.  

veja também