MENU

Bahia terá R$ 179,3 milhões para construir 10.550 casas populares

Bahia terá R$ 179,3 milhões para construir 10.550 casas populares

Atualizado: Quarta-feira, 13 Janeiro de 2010 as 12

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta terça-feira, dia 12, em Brasília, os protocolos de novos projetos dos programas Minha Casa, Minha Vida e do PAC, no Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, com a presença de governadores e prefeitos.

Para a Bahia, o total de investimentos é de R$ 179,3 milhões, que inclui R$ 37,7 milhões de contrapartida do governo estadual por intermédio do programa Casa da Gente.

Serão construídas 10.550 unidades habitacionais em 266 municípios do estado com população de até 50 mil habitantes. Os recursos vão beneficiar famílias com renda de até três salários mínimos.

Representando o governador Jaques Wagner, o secretário de Desenvolvimento Urbano, Afonso Florence, disse que "o programa Minha Casa, Minha Vida em municípios de até 50 mil habitantes tem por objetivo proporcionar condições dignas de vida nas áreas urbanas e rurais do estado, com habitação, urbanização de assentamentos precários e regularização fundiária".

Durante a solenidade, o presidente Lula fez um apelo aos prefeitos presentes no evento para que continuem a desenvolver projetos para o setor habitacional, pois não faltarão recursos financeiros da parte do governo federal.

O ministro das Cidades, Márcio Fortes, anunciou investimentos de R$ 3 bilhões para os programas de moradia popular. Foram 2.042 propostas selecionadas em 2.014 municípios de até 50 mil habitantes. Os recursos são do Orçamento Geral da União e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Em seu discurso, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff afirmou que, "com esse projeto conseguimos atingir nossos dois objetivos: diminuir o déficit habitacional e aumentar e dinamizar o mercado interno".

Bahia diminui déficit habitacional em parceria com governo federal

O secretário Afonso Florence destacou as ações realizadas nos últimos três anos na Bahia. "Quando começamos nosso trabalho, havia um défict de 650 mil unidades habitacionais no Estado. Com a parceria entre os governos federal e estadual, depois de 20 anos nosso estado consolidou uma política habitacional e de desenvolvimento social que vai reduzir o déficit habitacional, principalmente para a população de baixa renda".

De acordo com o secretário, na Bahia até agora foram entregues 18 mil unidades habitacionais. Mais 40 mil unidades estão em construção e mais 40 mil em fase de contratação.

veja também