MENU

Baixada Santista sofre com epidemia de dengue

Baixada Santista sofre com epidemia de dengue

Atualizado: Terça-feira, 26 Outubro de 2010 as 11:59

A dengue continua fazendo vítimas em todo o estado de São Paulo. Na Baixada Santista a situação é ainda pior. Só neste ano, 28 pessoas morreram e mais de 9 mil casos foram registrados no Guarujá. A prevenção pode ter falhado. “Guarujá quando viu o tamanho do estrago tomou atitudes para, pelo menos, resolver o problema da assistência, já que a prevenção tinha falado”, explica Cássio Luiz Rosinha, secretário interino de Saúde do Guarujá.

Em Santos, foram registradas 23 mortes por causa da doença e mais de 9 mil moradores foram contaminados pela dengue. A Baixada Santista lidera o ranking de mortes pela doença no estado.

Os números chamaram a atenção do Ministério da Saúde, que passou a investigar as mortes. O levantamento mostra, por exemplo, que nem sempre era feita uma avaliação correta sobre a gravidade dos sintomas dos pacientes e que eles deveriam ter sido mais hidratados antes de receber alta.

Outras regiões

Na cidade de Iperó, na região de Sorocaba, os agentes de saúde estão nas ruas para combater o mosquito da dengue. Profissionais de saúde de São José do Rio Preto planejam ações de controle para evitar uma possível epidemia de dengue em 2011. A cidade registrou mais de 24 mil casos, com 12 mortes.

Em Campinas, a preocupação é com a evolução da doença. A chance da dengue se tornar grave é maior. Nos cemitérios de Ribeirão Preto foram encontrados diversos vasos com água parada, uma preocupação para os moradores.

Nos fins de semana em Araraquara, são feitos mutirões de limpeza. Mais de 500 toneladas de entulho foram retirados de quintais e terrenos baldios.    

veja também