MENU

Balanço oficial da PM registra 32 mortos desde sábado

Balanço oficial da PM registra 32 mortos desde sábado

Atualizado: Quarta-feira, 21 Outubro de 2009 as 12

A Polícia Militar registra até a tarde desta quarta-feira (21) 32 mortos desde o sábado (17), quando traficantes rivais entraram em confronto no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio. Entre as vítimas estão três policiais militares. Anteriormente, a PM informou que eram 33 mortos.

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, 15 homens foram mortos em confronto com a PM, oito foram encontrados mortos, três vítimas eram inocentes, encontradas mortas em um carro, no sábado, além dos três policiais e dos quatro mortos desta quarta.  

Operações

As operações que a Polícia Militar está fazendo nesta quarta-feira registram, até o momento, três mortos e quatro presos, segundo informações do coronel Marcus Jardim, do Comando de Policiamento de Área.

Segundo a polícia, foram registradas duas mortes no Morro Santo Amaro, na Zona Sul, e uma no Morro dos Prazeres, no Centro.

Na Vila Cruzeiro, subúrbio do Rio, dois homens foram presos e duas pessoas ficaram feridas por balas perdidas. Foram apreendidas uma granada, uma bomba de fabricação artesanal e drogas. Cerca de 70 homens participam da ação.

Informações iniciais do 16ª BPM (Olaria) indicam que os feridos seriam moradores da comunidade.

A polícia também segue com operações em várias comunidades das zonas Oeste e Norte, além da Baixada Fluminense. Policiais de seis batalhões estão em incursão na favela Antares, em Santa Cruz, na Zona Oeste Rio, desde as 5h, onde quatro pessoas foram detidas e um menor foi apreendido. Lá, também foram encontrados armas, drogas e material para embalagem de drogas.

No Morro São João, no subúrbio, a polícia prendeu um homem e no Morro da Matriz foi apreendido um carregador.

De acordo com Marcus Jardim, no Morro Santo Amaro, Catete, Zona Sul do Rio, um homem foi preso com uma pistola, e uma granada foi apreendida. No local três homens morreram. No Jacarezinho, subúrbio, um homem foi preso nas imediações da comunidade.

Em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, homens do 15º BPM (Duque de Caxias) estão cercando as favelas do Lixão, Mangueirinha, Vila Real e Trevo. Segundo o major Oliveira, o batalhão teria recebido informações de que traficantes do conjunto de favelas do Alemão, no subúrbio do Rio, estariam refugiados em favelas daquele município.

Estratégia

Segundo ele, a cúpula de segurança pública do Rio se reúne para analisar as operações desta semana. Além das apreensões, depoimentos dos presos e informações colhidas por meio de denúncias e do setor de inteligência das polícias vão ajudar a traçar as estratégias das próximas ações policiais.

''As ações preventivas continuam, mas agora estamos aumentando as ações repressivas para buscar os responsáveis direta e indiretamente nos episódios recentes'', explicou.   

veja também