MENU

Banco de informações criminais do Brasil é inconsistente e inseguro, conclui TCU

Banco de informações criminais do Brasil é inconsistente e inseguro, conclui TCU

Atualizado: Quinta-feira, 6 Maio de 2010 as 11:07

O Infoseg (Rede Nacional de Informações), o banco de dados do país de informações criminais, continua com dados inconsistentes e é inseguro. É a constatação a que chegaram os técnicos do Tribunal de Contas da União na terceira inspeção desde 2007 feita no sistema, administrado pela Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública).

De acordo com o relator do processo no tribunal, ministro Augusto Sherman, de 15 determinações do órgão emitidas em 2007 para melhorar o sistema, a Senasp ainda não cumpriu 15. Apenas seis foram totalmente implementadas.

O mais grave problema constatado em 2007, que os dados enviados pelos estados eram inconsistentes, persiste.

Segundo Sherman, este foi o motivo do pedófilo de Luziânia, Admar de Jesus, ter sido liberado da prisão em Brasília, mesmo com um mandado de prisão contra ele expedido pela Bahia. Admar matou seis adolescentes. Os ministros do TCU deram novo prazo para que as determinações sejam cumpridas, desta vez sob pena de punição dos responsáveis pelo sistema.

veja também