MENU

Blockbuster entra com pedido de concordata

Blockbuster entra com pedido de concordata

Atualizado: Sexta-feira, 24 Setembro de 2010 as 10:48

A cadeia americana de videolocadoras Blockbuster entrou hoje com pedido de concordata com a esperança de reduzir a carga de sua dívida e mudar o modelo do negócio para sobreviver a crescente concorrência. Segundo o documento apresentado ao Tribunal de Falências para utilizar o capítulo 11 da lei que regula estes processos, a companhia acumula uma dívida de US$ 1,46 bilhão, enquanto seus ativos chegam a apenas US$ 1,02 bilhão.

"Após uma cuidadosa e exaustiva análise, foi determinado que o processo anunciado hoje é um ótimo caminho para recapitalizar nosso balanço rumo ao futuro, na medida que seguimos trabalhando para transformar nosso modelo de negócio e satisfazer as preferências de nossos clientes", disse o diretor-executivo da Blockbuster, Jim Keyes, em comunicado.

A Blockbuster chegou a um acordo com seus principais credores para reduzir sua dívida em cerca de 90%, até US$ 100 milhões, através da troca de títulos da dívida por capital quando a companhia estiver reestruturada.

Os planos da empresa são reduzir drasticamente o número de suas filiais. Além disso, buscará estratégias para competir com os quiosques da Redbox, com o serviço de entrega postal da Netflix e inclusive com a compra de conteúdos por meio de lojas virtuais como iTunes ou assinaturas de TV a cabo.

No entanto, enquanto está em concordata, a companhia continuará com sua atividade habitual e contará com um empréstimo de US$ 125 milhões concedido por seus principais credores. EFE

veja também