MENU

Bombeiro é preso suspeito de roubo, milícia e golpes contra mulheres

Bombeiro é preso suspeito de roubo, milícia e golpes contra mulheres

Atualizado: Segunda-feira, 29 Março de 2010 as 12

Policiais da 12ª DP (Copacabana) prenderam na noite de sábado (27) o cabo do Corpo de Bombeiros Arytana Tavares da Fontoura, de 38 anos. Ele era procurado depois de ter roubado um carro, vestido com a farda da corporação.

Durante as investigações, que começaram há duas semanas, a polícia descobriu que ele aplicava o “golpe do amor”. De acordo com a polícia, ele se envolvia com mulheres na internet, se fazendo passar por psicólogo dos bombeiros, e, após ganhar sua confiança e ir morar com elas, as convencia a pegar empréstimos para ele e depois desaparecia.

Milícia

Arytana é suspeito ainda de integrar a milícia do ex-PM Chico Bala, preso em fevereiro. "Com ele encontramos uma carta de milicianos ligados ao ex-PM Batman, ameaçando-o de morte por ser integrante do grupo rival", afirmou o delegado Antenor Lopes, responsável pela investigação.

Segundo a polícia, ele foi preso próximo ao seu esconderijo, na Rua Princesa Isabel, em Copacabana e não reagiu. Com ele, foi encontrado um revólver e, por isso, ele também será indiciado por porte ilegal de arma.

veja também