Bombeiros devem retomar buscas a meninos desaparecidos nesta manhã

Bombeiros devem retomar buscas a meninos desaparecidos nesta manhã

Atualizado: Sexta-feira, 26 Novembro de 2010 as 8:14

Devem ser retomadas na manhã desta sexta-feira (26) as buscas a dois irmãos de 9 e 10 anos que foram arrastados pela correnteza após caírem em um córrego que passa sob a Avenida Yervant Kissajikian, na Zona Sul de São Paulo. Chovia forte na hora do acidente, na tarde desta quinta-feira (25).

As crianças voltavam da escola quando caíram no córrego. Um morador do local chegou a ouvir o pedido de socorro. “Saí correndo, chamei meus dois moleques. Eu saí por aqui, ele saiu por lá, mas não deu tempo de socorrer mais”, afirmou o pedreiro Antônio Cândido Neto.   A menina Milene Silva Ferreira de Lima, de 10 anos, voltava para casa com os meninos e viu quando eles caíram. “Eu tentei segurar e o homem falou ‘solta ou você vai cair junto’. Aí eu soltei e depois disso não vi mais nada”, contou a menina.

Na noite desta quinta, os bombeiros e a Defesa Civil percorreram cerca de 1 km do córrego fazendo buscas. "Fizemos uma busca em trechos abertos e enterrados", afirmou o capitão Edson Ramos de Quadros.

De acordo com ele, o trabalho foi dificultado por causa da falta de luminosidade, sujeira, buracos e até mesmo pelo acúmulo de gás nas galerias, o que aumenta o risco de explosão. "Já tivemos um acidente e temos de redobrar o cuidado", afirmou.

O acidente ocorreu na altura da travessa Desembargador Olavo Ferreira Prado e as buscas dos bombeiros se estenderam até a Hermenegildo Marini. Desse ponto em diante, o córrego segue por uma tubulação até desembocar no Rio Pinheiros.

No dia 25 de outubro, um casal morreu ao tentar atravessar de carro uma enxurrada no mesmo local. O subprefeito de Cidade Ademar disse que está trabalhando para retirar as famílias que vivem em áreas de risco.

“Quarenta casas foram ao chão, as famílias foram atendidas para que o córrego ganhasse maior vazão. Ao longo do trecho inteiro, nós temos feito essa operação praticamente 24 horas por dia”, afirmou Rubens Domingues Filho.

Chuva

A chuva forte que chegou no fim da tarde de quinta deixou todas as regiões da cidade de São Paulo em estado de atenção. Na Zona Oeste, ruas do bairro da Lapa ficaram alagadas. Alguns motoristas se arriscaram a passar pela enchente.

Também houve registro de granizo. Na Barra Funda, também na Zona Oeste, o campo de futebol do Nacional ficou coberto de gelo.    

veja também