MENU

Bombeiros do RJ fazem protesto em Brasília por anistia criminal

Bombeiros do RJ fazem protesto em Brasília por anistia criminal

Atualizado: Quarta-feira, 29 Junho de 2011 as 12:16

Bombeiros do RJ fazem protesto em

Brasília por anistia criminal (Foto: G1)

  Cerca de 400 bombeiros do Rio de Janeiro fazem manifestação nesta quarta-feira (29), na capital federal, reivindicando anistia criminal pela invasão do quartel central no dia 3 de junho. Eles também pedem aprovação da Proposta de Emenda à Constituição 300, que cria um piso salarial nacional para os bombeiros e policiais militares de todo o país.

O protesto começou na Câmara Legislativa do DF, onde uma sessão solene homenageava o Corpo de Bombeiros do DF, que completa 155 anos no próximo sábado (2). Parte dos manifestantes entrou no auditório e realizou grito de protesto contra o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. Em seguida, o grupo foi de ônibus rumo ao centro da cidade, de onde parte em caminhada para o Congresso Nacional. No Congresso, o objetivo é um encontro com deputados no auditório Nereu Ramos.

A liderança do movimento contou que se reuniu com o presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, Mendonça Prado (DEM-SE), para pedir apoio na aprovação do projeto 1.524/11 no plenário da Câmara. A proposta, que isenta os bombeiros e PMs que invandiram o quartel central de responsabilidade criminal, foi aprovada no Senado. 

"Isso depende do presidente da Casa, o deputado Marco Maia (PT-SP), nós vamos tentar sensibilizá-lo, para que os membros do Legislativo aprovem esta anistia de forma célere. Mas tem que ser submetido ao plenário. O Regimento Interno permite que o presidente decida que esta proposta seja aprovada rapidamente pelo plenário", destacou.

O cabo Dacioclo, uma das lideranças do movimento, disse que a vinda a Brasília foi uma alternativa a falta de diálogo com o governo do Rio de Janeiro. "Estamos há mais de dois meses clamando para que o governo nos receba, por isso viemos a esfera federal. Nós acreditamos que ainda hoje sairemos com nossa anistia criminal", enfatizou o cabo Daciolo.

Na noite desta terça-feira (28), os deputados da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovaram o projeto de lei 644/2011, que concedeu anistia administrativa aos mais de 400 bombeiros e a dois PMs presos pela invasão. Isso significa que eles não poderão ser punidos pela corporação.          

veja também