MENU

BR 317 no Acre terá fiscalização 24 horas

BR 317 no Acre terá fiscalização 24 horas

Atualizado: Terça-feira, 2 Fevereiro de 2010 as 12

A partir da semana que vem a Polícia Rodoviária Federal estará instalada no posto de fiscalização da Polícia Militar, na entrada para Xapuri, na BR 317, e o combate à criminalidade terá o reforço do policiamento 24 horas na região. O Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública, assinou um termo de cooperação com a PRF, para que a Polícia Federal ocupe o espaço localizado na região conhecida por Entroncamento.

A ação faz parte da estratégia estadual de combate à criminalidade, que prevê a criação de um Pelotão de Fronteira. "O projeto já está no Ministério da Justiça para que ele nos apóie e ajude na estruturação dos órgãos envolvidos. Essa cooperação para que a PRF utilize o posto da PM é o passo inicial para a criação desse pelotão e um policiamento diferenciado para as áreas fronteiriças. É uma ação que vem sendo discutida desde o ano passado no Gabinete de Gestão integrada. A criminalidade não tem solução definitiva, mas o Governo do Estado está se empenhando para oferecer mais segurança à população e oferecer medidas eficazes de combate ao crime", comentou a secretária de Segurança Pública, Márcia Regina.

O posto de fiscalização fica na entrada para Xapuri, próximo a Brasiléia e na Estrada para o Pacífico. A expectativa é de que a área seja monitorada 24 horas. De 2008 para 2009 o fluxo de veículos na região aumentou em 70%, devido ao tráfego rumo ao Pacífico. A meta da PRF, segundo o inspetor Silveira de Lima, é reduzir os números de veículos roubados e tráfico de drogas. "Queremos comparar os dados do fim deste ano com o final de 2009 e observar uma redução. Também vamos intensificar a fiscalização nas proximidades de Senador Guiormard e Plácido de Castro". Outra ação da PRF será desativar o posto de fiscalização instalado no quilômetro nove da BR 364. "Instalaremos o posto mais perto do Tucandeira. As instalações atuais acabaram ficando numa área muito urbana", explicou.

veja também