MENU

Brasil vai enviar alimentos e remédios para Cuba e Haiti

Brasil vai enviar alimentos e remédios para Cuba e Haiti

Atualizado: Sexta-feira, 12 Setembro de 2008 as 12

Brasil vai enviar alimentos e remédios para Cuba e Haiti

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou o envio imediato de alimentos e remédios para Cuba e Haiti, países devastados pela passagem do furacão Gustav e pela tempestade tropical Hanna, nas últimas semanas.

Lula telefonou no dia nove de setembro para o presidente cubano, Raúl Castro, para oferecer ajuda. Por cerca de uma hora, ouviu o relato do irmão de Fidel sobre a situação de calamidade enfrentada pelo país, segundo o Palácio do Planalto. O assessor especial da Presidência para assuntos internacionais, Marco Aurélio Garcia, conversou com o presidente do Haiti, René Préval.

Coordenado pelo ministro interino das Relações Exteriores, Samuel Pinheiro Guimarães, um grupo interministerial já se reuniu nesta tarde para articular a ajuda. A previsão é de que nos próximos dias um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) saia carregado com comida, água e medicamentos em direção aos dois países.

Participam da comissão os ministros da Integração Nacional, Saúde, Minas e Energia, Agricultura, Casa Civil e Justiça. Em nota, o Ministério da Agricultura informou que doará até 100 mil toneladas de arroz para o Haiti, República Dominicana e Cuba.

Haiti e Cuba pediram ainda cimento e fios elétricos, mas esses materiais devem ser enviados em um segundo momento, de acordo com o Planalto.

O governo brasileiro já enviou US$ 100 mil para os haitianos. Segundo informações da BBC Brasil, na última sexta-feira, dia cinco de setembro, a polícia haitiana encontrou 495 corpos em Gonaives, no noroeste do país, depois que a inundação causada pela tempestade começou a baixar. Antes do Gustav e do Hanna, o Haiti havia sido atingido também pela tempestade Fay.

veja também