MENU

Buscas do voo 447 continuarão por tempo indeterminado

Buscas do voo 447 continuarão por tempo indeterminado

Atualizado: Sexta-feira, 19 Junho de 2009 as 12

Nenhum corpo de vítima do voo 447 da Air France foi recolhido ou mesmo avistado ontem, dia 18 de junho, segundo informações dos comandos da Marinha e da Aeronáutica. Apenas destroços da aeronave foram recolhidos. Hoje, dia 19, oficiais brasileiros responsáveis pela operação se reunirão para avaliar as condições logísticas de modo a assegurar a continuidade dos trabalhos de buscas.

"A operação continua por tempo indeterminado", afirmou ontem o tenente-coronel Henry Munhoz, do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica. "Não encontramos os 228 corpos, que era nosso objetivo inicial. Pensamos nisso constantemente, a nossa logística e a nossa disposição estão preparadas para isso", ressaltou. Cerca de mil militares estão envolvidos na operação.

"A Marinha tem mantido permanentemente, com as substituições necessárias, pelo menos cinco navios na área.", informou o capitão de fragata Giucemar Tabosa, do Centro de Comunicação Social da Marinha.

Hoje, 19 de junho, de manhã chegará ao Porto do Recife a corveta Caboclo, carregada com destroços e bagagens. O material ficará à disposição do Bureau d´Enquêtes et d´Analyses pour la Securité de l´Aviation Civile, órgão do governo francês responsável pelas investigações do acidente.

Também hoje, a fragata Bosísio, que está atracada no Porto de Natal para manutenção e reabastecimento, após ter deixado seis corpos em Fernando de Noronha, retornará à área de buscas com destroços e pertences. O trajeto levará cerca de três dias. Todo o material será levado, posteriormente, a Recife. Também não há data para retorno do navio-tanque Gastão Motta, onde está o 50º corpo resgatado e um despojo (parte que não permite caracterizar como corpo).

O navio de desembarque Doca Rio de Janeiro, que ontem 917) recebeu dois helicópteros (UH-14 Super Puma e UH-12 Esquilo), deverá chegar à área de buscas no sábado, 20 de junho, à tarde. Desde quarta-feira, dia 17, também participa da operação de buscas um avião Fokker F-27 da Força Aérea Espanhola.

A partir de hoje, estarão suspensas as coletivas diárias da Marinha e da Aeronáutica na sede do 3º Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle do Tráfego Aéreo (Cindacta 3), em Recife. As informações sobre as buscas serão divulgadas em notas, sempre às 18h.

veja também