MENU

Cabral diz que é preciso coragem para remover casas das encostas

Cabral diz que é preciso coragem para remover casas das encostas

Atualizado: Quinta-feira, 13 Janeiro de 2011 as 3:54

O governador Sérgio Cabral afirmou que é preciso ter coragem para acabar com as ocupações irregulares, seja de pobres ou de ricos, em áreas de risco ou encostas, não só na Região Serrana , mas em todo o estado do Rio. Em entrevista à Rádio CBN, ele disse que os prefeitos precisam ser mais rigorosos com a permissão para as construções de um modo geral e criticou os políticos que lutam contra as remoções dessas áreas.

“Tem sempre um vereador, tem sempre um deputado, tem sempre um demagogo que aparece para fazer uma graça e evitar a remoção. Mas temos de ter uma atuação firme”, disse o governador, destacando que só na cidade do Rio foram mapeadas 18 mil residências em área de risco que deverão ser removidas.

Para Cabral, a tragédia poderia ter sido bem menor se os prefeitos fossem mais rigorosos com as concessões de licenças para construções, principalmente, nas encostas.

“O volume de chuvas foi realmente muito grande na Região Serrana, foi uma situação atípica. Mas a ocupação irregular levou não só a perdas materiais, mas também a perda de vidas. As municipalidades têm de agir e impedir essas ocupações. Não dá para culpar governos anteriores, porque há décadas, infelizmente, existe a cultura de fechar os olhos para as ocupaçãoes. Se existisse um padrão mais rígido para essas ocupações, com certeza a situação seria melhor”, disse o governador.

Cabral disse que aguarda a liberação de um empréstimo de R$ 1 bilhão feito junto ao Banco Mundial para a construção de casas do projeto “Morar seguro”, que prevê novos imóveis no Morro do Bumba, que desabou em Niterói, em abril do ano passado, e para moradores de Angra dos Reis, após o deslizamento de terra em janeiro de 2010.

veja também