MENU

Cabral ia com filho para festa de aniversário na BA no dia do acidente

Cabral ia com filho para festa de aniversário na BA no dia do acidente

Atualizado: Terça-feira, 21 Junho de 2011 as 8:03

A assessoria de imprensa do Palácio Guanabara confirmou na noite desta segunda-feira (20) que o governador Sergio Cabral havia deixado o Rio de Janeiro na tarde de sexta-feira (17) com o filho Marco Antonio, a namorada dele, Mariana Noleto, e um grupo de amigos para a festa de aniversário do empreiteiro Fernando Cavendish em Trancoso, na Bahia.

Ao chegar no aeroporto de Porto Seguro, na Bahia, o grupo iria embarcar em um helicóptero até Trancoso. A aeronave, que não tinha capacidade para levar todos, ia fazer duas viagens. Na primeira leva foram as mulheres e crianças do grupo. Foi quando o helicóptero, com sete pessoas, caiu. Seis corpos já foram encontrados, entre eles, o de Mariana, e o do enteado de Fernando Cavendish, Luca Kfuri de Magalhães Lins, 3 anos. A mulher de Fernando e mãe de Luca, Jordana Kfuri Cavendish, ainda está desaparecida.

O grupo de sete pessoas tinha deixado o Rio para passar o fim de semana no resort do empresário Marcelo Mattoso Almeida, que pilotava o helicóptero. O corpo dele foi encontrado nesta segunda. Cinco corpos já foram enterrados.

O governador e o filho iriam no mesmo helicóptero na segunda viagem, junto com o empreiteiro Fernando Cavendish. Segundo a assessoria do governador, o avião usado pelo grupo para chegar até Porto Seguro foi emprestado pelo empresário Eike Batista.

Enterro

O corpo de Mariana foi enterrado por volta das 17h desta segunda no cemitério São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul do Rio. Bastante emocionado, Cabral amparou o filho durante o cortejo. A cerimônia foi rápida e marcada pelo silêncio e consternação dos presentes, além do forte esquema de segurança.

Mais de 200 pessoas estiveram presentes para prestar solidariedade à família da jovem, incluindo muitas autoridades, como o prefeito do Rio, Eduardo Paes, o vice-governador, Luiz Fernando de Souza Pezão, o presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Paulo Melo, o procurador-geral de Justiça do Rio, Cláudio Lopes, entre outras.

A primeira-dama do estado, a advogada Adriana Ancelmo, madrasta de Marco Antonio, deixou o cemitério São João Batista chorando muito.     Marco Antonio Cabral, filho do governador Sergio Cabral, ajuda a carregar o caixão com o corpo de sua namorada, Mariana Noleto (Foto: Marcos Paulo/AE)     O corpo da estudante veio da Bahia para o Rio em um avião da Força Aérea Brasileira.

Horas depois de a polícia confirmar que o quinto corpo resgatado no mar de Trancoso, no sul da Bahia, é da estudante Mariana, o governador divulgou uma nota lamentando a morte dela.

Cabral afirmou que Mariana fez parte de sua família durante sete anos e contagiou a todos "com a sua leveza e alegria". Ele prestou sentimentos à família da jovem e também às famílias dos demais passageiros do helicóptero.

Em outra nota, divulgada também nesta segunda, a assessoria informou que Cabral estará de licença entre 20 e 26 de junho por motivos de ordem pessoal.          

veja também