MENU

Caloroso, Kim Jong-un quera se afastar de imagem fria do pai

Kim Jong-un tenta se afastar de imagem fria do pai

Atualizado: Quarta-feira, 1 Fevereiro de 2012 as 10:04

Há pouco mais de um mês no comando da Coreia do Norte, o supremo líder Kim Jong-un tem recebido tratamento de estrela de rock em suas visitas oficiais, assim como seu pai recebia. A diferença, segundo a agência AP, é que Kim Jong-il se mantinha distante, frio, enquanto o filho não economiza abraços e apertos de mão aos seus soldados.

Aparentemente, Jong-un quer se conectar com o seu povo, um estilo que remete a Kim Il-sung, seu avô e fundador da dinastia que controla a Coreia do Norte desde a separação do Sul, e pode ser uma tentativa de virar a página da história dos períodos de dificuldade e fome vividos sob o regime de Kim Jong-il, disseram analistas ouvidos pela AP. Il-sung ainda é lembrado pelos norte-coreanos como o jovem general que desafiou as tropas coloniais japonesas.

Saudações, palmas e gritos de "Hurrah!" podem ser ouvidos sempre que Kim Jong-un realiza ações triviais como inspecionar sistemas de aquecimento em quartéis, a pressão da água nas torneiras, livros empilhados em bibliotecas e até mesmo a comida destinada aos soldados.

As imagens destas visitas guiadas, que vêm sendo liberadas com frequência pela agência estatal KCNA, fornecem detalhes da personalidade do líder norte-coreano para o exterior, e até mesmo para os próprios súditos de Kim Jong-un. A voz de seu pai, Kim Jong-il, era desconhecida para grande parte dos norte-coreanos, apesar de ele ter governado o país por 17 anos, dizem os analistas.

Nas imagens, os especialistas em Coreia do Norte detectaram mais entusiasmo e calor na abordagem do novo líder aos soldados em comparação com os tempos de Kim Jong-il. "Ele vai tentar parecer confortável junto às massas. Tentar criar mais intimidade com as pessoas, talvez mais do que o seu pai", disse à AP Koh Yu-hwan, um professor de Coreia do Norte na Universidade Dongguk de Seul, na Coreia do Sul.

"Emular Kim Il-sung é positivo para Kim Jong-un, porque as memórias de seu pai não são muito boas junto às pessoas comuns", diz Koh. "As pessoas guardam a lembrança dos dias de Kim Il-sung".

Kim Jong-un está claramente tentando parecer ativo e engajado com os soldados, e isso ajuda a "elevar o moral das tropas e o seu perfil", diz Kim Yeon-su, um especialista em Coreia do Norte da Universidade Nacional de

Defesa da Coreia. "A Coreia do Norte está dizendo às pessoas que Kim Jong-un é capaz de realizar todas aquelas atividades militares por conta própria".

Apesar de jovem - acredita-se que ele tenha 28 ou 29 anos -, nestas visitas, o novo líder frequentemente é mostrado como um pai solicito. Vestindo um casaco escuro, semelhante ao que seu avô usava, ou uma parca verde, um dos trajes preferidos de seu pai, Kim Jong-un troca apertos de mão, saúda o soldados e posa para fotos de grupo, frequentemente abraçados com os militares.

Ele pergunta aos soldados sobre o aquecimento deles, sobre as condições da comida e as acomodações para dormir, escuta com atenção suas performances musicais, observa seus "espíritos militantes de treinamento", oferece diretrizes para os oficiais e "cuida dos soldados como o pai verdadeiro deles faria", diz a propagada da mídia estatal norte-coreana. E ele também come o feijão que eles comem.

veja também