MENU

Câmara de Campinas cria comissão para acompanhar investigação do MP

Câmara de Campinas cria comissão para acompanhar investigação do MP

Atualizado: Sexta-feira, 20 Maio de 2011 as 12:23

Presidente da Câmara de Campinas anunciou criação de comissão de vereadores na manhã desta sexta (Foto: Letícia Macedo/G1)

  O presidente da Câmara Municipal de Campinas, Pedro Serafim (PDT), anunciou na manhã desta sexta-feira (20) a criação de uma comissão formada por três vereadores para acompanhar as investigações do Ministério Público Estadual e da Corregedoria da Polícia Civil, que cumprem mandados de prisão na cidade e em municípios da região.

Desde a madrugada, a Corregedoria da Polícia Civil e promotores públicos estaduais cumprem 20 mandados de prisão nas cidades de Campinas, Jundiaí, Vinhedo e Jaguariúna. As investigações estão relacionadas a possíveis fraudes em contratos públicos, incluindo a Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento (Sanasa).

Foram nomeados  para a comissão os vereadores Luis Yabiku (PDT), Professor Alberto (DEM) e Artur Orsi (PSDB). Segundo Serafim, não foi possível criar uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar o caso porque o regimento da Câmara de Campinas prevê que somente três CPIs podem estar em funcionamento ao mesmo tempo.     Serafim ressaltou em entrevista à imprensa nesta manhã que não recebeu informações oficiais do Ministério Público sobre a operação e que, por enquanto, não há nada que envolva o prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT).

A comissão formada em sessão extraordinária nesta sexta ainda precisa ser levada a plenário para ser formalizada, o que deve ocorrer na segunda-feira (23). “Como existiu, informalmente, essa decisão da Câmara, acredito que não vai haver problemas na formalização”, disse Serafim.

Por volta das 8h, dez pessoas já haviam sido presas pela operação. Estão detidos funcionários e ex-funcionários da Sanasa e empresários. A assessoria de imprensa da Prefeitura de Campinas informou às 10h20 desta sexta que também está acompanhando as investigações e que, por enquanto, não vai se pronuncia.      

veja também