MENU

Câmeras do Center Norte não mostram assalto a loja, diz polícia

Câmeras do Center Norte não mostram assalto a loja, diz polícia

Atualizado: Terça-feira, 19 Outubro de 2010 as 4:36

As câmeras de segurança do Shopping Center Norte não mostram o assalto a uma joalheria, na tarde de domingo (17), que teve tiroteio, deixou um segurança baleado e causou tumulto entre os clientes dentro do centro comercial, na Zona Norte de São Paulo.

A informação foi divulgada nesta terça-feira (19) pela Polícia Civil. De acordo com policiais do Deic (Departamento de Investigações sobre Crime Organizado), as câmeras até gravaram a ação, mas como a qualidade das imagens foi considerada ruim, não é possível identificar os três criminosos que quebraram as vitrines da loja Pubijou.   Na gravação, só é possível visualizar um borrão. Além disso, outras câmeras estavam mal posicionadas e não flagraram ação, informam policiais. Segundo a polícia, 80% das prisões de suspeitos de roubos a shoppings neste ano, na capital paulista, foram obtidas com a identificação dos assaltantes a partir das imagens gravadas pelo circuito interno.

O assalto de domingo foi o terceiro ocorrido no Center Norte neste ano, segundo informou a assessoria de imprensa do shopping. De acordo com o órgão, neste último ataque, homens sem máscaras e armados danificaram a frente da loja para roubar joias e bijuterias que estavam nas duas vitrines. Eles usaram barras de ferro.

A ação ocorreu por volta das 12h, quando todas as lojas estavam fechadas, inclusive a Pubijou. A abertura dos estabelecimentos nos fins de semana ocorre às 14h. Mesmo assim, havia clientes na praça de alimentação do shopping, que abre para o público às 10h.

Na fuga, os criminosos atiraram e causaram muita gritaria e correria. Um dos seguranças foi baleado e ferido na barriga. Ele está internado e passa bem. O trio criminoso ainda roubou um carro do lado de fora para escapar. Até o início da tarde desta terça, nenhum suspeito havia sido identificado ou preso.

Outro lado

A assessoria do Center Norte informou que a Pubijou ainda não informou os valores que foram roubados da loja. Sobre as câmeras, o shopping, disse, em nota, que "lamenta que as imagens que gravaram o ocorrido, cedidas à polícia, não tenham ajudado a esclarecer o caso e reforça que o empreendimento está colaborando para que o mesmo seja resolvido o mais rapidamente possível, pois é um dos maiores interessados na sua elucidação".

Neste ano, já foram registrados 13 assaltos a shoppings em São Paulo. A preferência dos criminosos é por joalherias. Vinte pessoas já foram presas por suspeita de participar de assaltos a lojas em shoppings em todo o estado. Outras onze já foram identificadas pela polícia, mas ainda não foram capturadas.    

veja também